Leia também:
X Bolsonaro diz que manifestantes são “pobres coitados”

Mourão critica governo por falta de “liderança” na pandemia

Vice-presidente citou fake news e falhas do governo

Pleno.News - 23/06/2021 16h01 | atualizado em 23/06/2021 18h12

Vice-presidente Hamilton Mourão e o presidente Jair Bolsonaro Foto: Reprodução

O vice-presidente Hamilton Mourão criticou novamente a forma como o governo federal se comunicou com a população durante a pandemia do novo coronavírus. Mourão disse nesta quarta-feira (23) que informar corretamente é um “princípio de liderança” e citou a distribuição de notícias falsas.

– Tem muita coisa que circula pela internet; umas são verdadeiras, outras nem tanto. Nessas horas, tem que ter uma informação precisa e veraz, para que as pessoas entendam o que está acontecendo – disse Mourão em conversa com jornalistas.

O general ainda cobrou sensibilidade de integrantes do governo em relação ao crescente número de mortes por Covid-19.

– Ninguém no governo pode ficar achando “não, está morrendo gente aí… não sou eu, não é meu filho, não é minha filha”. Negativo! Acho que, sem exceção, todos aqui, no governo, perderam alguém. Podem não ser da família, mas amigos próximos, amigos de uma vida inteira que se foram – lamentou.

Mourão reiterou a visão exposta nesta terça (22) em entrevista à GloboNews, quando afirmou que o governo deveria ter realizado “campanha de esclarecimento da população sobre a realidade da doença”.

Na contramão de Mourão, o presidente Jair Bolsonaro já defendeu a redução dos investimentos em peças publicitárias com informações sobre a pandemia.

– Alguém precisa de propaganda na televisão sobre Covid ou todo mundo sabe o que está acontecendo? – questionou o presidente em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, no último dia 15.

CPI DA COVID
Mourão fez críticas à CPI da Covid, que, segundo ele, não debate ações do governo “extremamente importantes para mitigar os efeitos da pandemia”. Ele mencionou os programas de auxílio emergencial e de manutenção do emprego.

– Medidas foram tomadas para socorrer a economia, as pessoas que trabalham, as empresas que produzem e a própria questão social, com recursos que foram colocados na mão dos mais vulneráveis – disse.

*AE

Leia também1 Maior erro na pandemia foi falta de campanhas, diz Mourão
2 Mourão: 500 mil mortos por Covid é 'retrato da desigualdade'
3 Bolsonaro diz que manifestantes são "pobres coitados"
4 STF admite retroação da lei anticrime para estelionato
5 Bolsonaro escreve versículo e documento irá para museu

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.