Leia também:
X Flávio Rocha deixa a Secom; governo busca substituto

Mourão cria plano de redução de desmatamento na Amazônia

Medida foi publicada no Diário Oficial da União

Pleno.News - 14/04/2021 16h52 | atualizado em 14/04/2021 17h03

Vice-presidente Hamilton Mourão Foto: Agência Brasil/Valter Campanato

O vice-presidente Hamilton Mourão publicou nesta quarta-feira (14) o Plano Amazônia 2021/2022, sobre as metas de redução do desmatamento e combate a outros ilícitos ambientais na região amazônica. O planejamento foi publicado no Diário Oficial da União (DOU).

Em fevereiro, Mourão, que preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal, já havia antecipado que o foco do plano seria intensificar a fiscalização em 11 municípios da região que apresentam as taxas mais altas de desmate.

O plano formaliza uma meta de redução do desmatamento e das queimadas ilegais aos níveis médios registrados entre 2016 e 2020 pelo Prodes, sistema do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

A meta, contudo, foi alvo de críticas da rede Observatório do Clima, que a considerou baixa ante os índices recordes de desmatamento do ano passado.

O plano traz as diretrizes para a continuidade do combate aos crimes ambientais com a retirada dos militares da região, com o fim da Operação Verde Brasil 2 marcada para 30 de abril.

Mais cedo, em conversa com jornalistas, ao chegar ao Palácio do Planalto, Mourão reconheceu a piora nos números do desmatamento no mês de março.

– Tivemos um mês de março ruim, apesar do acumulado de agosto (de 2020) até agora estar com 19% de redução E onde é que está acontecendo? Naqueles municípios selecionados, exatamente. Então estamos pressionando para que o pessoal que está em campo seja mais efetivo na fiscalização – citou.

Segundo o vice-presidente, a contratação de agentes temporários para intensificar a fiscalização segue no radar, mas depende das negociações do Orçamento de 2021.

– Vou fazer uma reunião agora, quinta-feira, com os ministros dos ministérios que estão na linha de frente desse combate para ver os problemas que eles estão enfrentando. E tem essa questão de contratação, que, neste momento que estamos vivendo, está complicado. Mas vamos ter que arrumar uma solução para isso – afirmou Mourão.

POLÍTICA AMBIENTAL
Próximo da realização da Cúpula dos Líderes sobre o Clima, na semana que vem, Mourão informou ter elaborado um documento que será encaminhado ao presidente Jair Bolsonaro sobre os principais pontos relacionados à política ambiental brasileira e à Amazônia.

O evento é virtual, organizado pelo governo americano, e ocorrerá nos dias 22 e 23 de abril. Além de Bolsonaro, outros 39 líderes mundiais foram convidados.

Questionado, Mourão disse que não deve participar de nenhuma reunião prévia ao evento.

– Eu apenas fiz um documento com alguns pontos que nós consideramos importantes que estejam no discurso do presidente e estou encaminhando para o presidente – disse.

Mourão também negou que exista uma pressão do governo do presidente norte-americano, Joe Biden, quanto à política ambiental brasileira. Segundo ele, o governo brasileiro tem “mantido o diálogo aberto” com os EUA.

*Estadão

Leia também1 Flávio Rocha deixa a Secom; governo busca substituto
2 Prefeitura de SP vacina agentes da CET contra Covid por engano
3 BA: Trio é preso após denúncia de estupro de menina de 8 anos
4 Amazonas: MPF acusa Pazuello de omissão na crise do oxigênio
5 Flávio Bolsonaro alerta para ameaças de um "outro Adélio"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.