Leia também:
X Bolsonaro contesta ação da PF contra empresários: ‘É razoável?’

Mourão: “Ação de Moraes contra empresários é lamentável”

Vice-presidente se manifestou por meio das redes sociais

Ana Luiza Menezes - 23/08/2022 19h48 | atualizado em 23/08/2022 20h16

Vice-presidente Hamilton Mourão Foto: VPR/Adnilton Farias

Nesta terça-feira (23), o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, usou as redes sociais para afirmar que “a ação do Ministro Alexandre de Moraes contra empresários brasileiros é lamentável”. Mourão se manifestou após a Polícia Federal (PF) ter realizado, à mando de Moraes, uma operação contra empresários que supostamente defenderam um golpe de estado em um grupo de WhatsApp.

– A ação do ministro Alexandre de Moraes contra empresários brasileiros é lamentável. Num momento vital para o país, próximo à eleição, não posso concordar com mais essa atitude autoritária e ilegal. Abusos como esses motivaram os ingleses a formar o art.39 da Carta Magna de 1215 – escreveu o vice-presidente, no Twitter.

A operação da PF contra empresários aconteceu na manhã desta terça. A ação ocorreu após uma reportagem do site Metrópoles apresentar prints que seriam de conversas de grandes empresários brasileiros em um grupo privado de WhatsApp. De acordo com o colunista Guilherme Amado, entre os empresários presentes no grupo estavam Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan; Afrânio Barreira, do Grupo Coco Bambu; José Koury, dono do Barra World Shopping, no Rio de Janeiro; Ivan Wrobel, dono da construtora W3 Engenharia; e Marco Aurélio Raymundo, dono da marca de surfwear Mormaii.

A ação foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele autorizou o cumprimento de mandados de busca e apreensão contra oito empresários. Nas mensagens, eles teriam chegado a afirmar que “golpe foi soltar o presidiário” e que os atos marcados para o próximo 7 de Setembro estão sendo programados “para unir o povo e o Exército”.

Leia também1 Ministro da Defesa tentou levar equipe à reunião; Moraes negou
2 Saiba quem é o doleiro citado na cola na mão de Bolsonaro no JN
3 PGR não foi intimado de decisão sobre ação contra empresários
4 Após ação da PF, Eduardo B. diz para empresários não se calarem
5 MP Eleitoral aprova candidatura do ex-ministro Eduardo Pazuello

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.