Leia também:
X General Ramos diz que ataques contra Bolsonaro são “covardes”

Morre o general Rômulo Bini, que alertou sobre o Foro de SP

Militar foi chefe do Estado-Maior do Ministério da Defesa

Thamirys Andrade - 29/08/2021 11h46 | atualizado em 29/08/2021 16h04

general-Romulo-Bini-Pereira
General Rômulo Bini Pereira Foto: Divulgação

Em nota de pesar, o Ministério da Defesa brasileiro anunciou a morte do general Rômulo Bini Pereira, neste sábado (28). Durante sua carreira, o militar ocupou o cargo de chefe do Estado-Maior do ministério.

O pronunciamento assinado pelo ministro Walter Souza Braga Netto afirma que o militar prestou “inestimáveis serviços à nação e ao país, sempre com honradez, coragem moral e integridade”.

– Além de outros relevantes cargos que exerceu durante a sua exemplar trajetória no Exército Brasileiro, o General Bini desempenhou os de Secretário de Logística e Mobilização, e de Chefe do Estado-Maior de Defesa, ambos do Ministério da Defesa. Além disso, deve-se enfatizar a sua dedicação às Forças Armadas, prestando inestimáveis serviços à nação e ao país – diz o comunicado.

A nota finaliza expressando “condolências aos familiares e amigos do General, pela irreparável perda”.

Rômulo Bini ganhou repercussão nacional por confrontar o ex-presidente Lula, alertar para o foro de São Paulo e o Bolivarianismo.

Leia também1 Tesoureiro do PSDB é acusado de pressionar aliados a apoiar Doria
2 Congresso terá proteção de 5 mil policiais no dia 7 de setembro
3 Justiça proíbe Doria de vetar atos contra Bolsonaro no dia 7 em SP
4 Bolsonaro fala em três opções de futuro: 'Preso, morto, ou vitória'
5 Moraes pede parecer da PGR em nova acusação contra Aras

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.