Leia também:
X Terremoto de leve intensidade atinge Divinópolis, em MG

Moro diz que sentença contra Lula ‘nunca foi algo pessoal’

Ex-juiz voltou a defender a Operação Lava Jato

Gabriela Doria - 11/01/2022 19h02 | atualizado em 12/01/2022 10h48

sergio moro filiação brasilia
Ex-juiz Sergio Moro defendeu condenação de Lula Foto: Reprodução / Youtube

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro voltou a defender, nesta terça-feira (11), os processos que liderou contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no âmbito da Lava Jato. Mesmo tendo sido considerado parcial em suas condenações, o ex-juiz destacou que “nunca teve problema pessoal” com o petista.

– Nunca foi algo pessoal. Agora, se você tem escândalo de corrupção sucessivos durante o seu governo – que foi o caso do Lula e do PT–, mensalão, petrolão, […], favores recebidos de empreiteiras que tinham contratos da Petrobras, você tem que responder pelos seus atos. Não existe ninguém acima da lei. Se a gente não der esse passo civilizatório, a gente não segue em frente como país – lembrou Moro em entrevista ao jornalista Mário Kertész, da Rádio Metrópole, de Salvador.

O ex-magistrado não citou a decisão do Supremo Tribunal Federal, que o considerou “suspeito” nas decisões contra Lula, mas reforçou que sua sentença foi endossada por outras instâncias e tribunais.

– Eu proferi uma sentença contra ele por crime de corrupção. A minha sentença foi confirmada pelo Tribunal em Porto Alegre, por 3 outros juízes […]. Depois foi confirmado por 5 magistrados no Superior Tribunal de Justiça. E só foi expedido mandado de prisão depois que a condenação dele foi confirmada pelo Tribunal em Porto Alegre – afirmou o ex-juiz da Lava Jato.

Leia também1 Em carta a Guedes, BC justifica inflação fora da meta em 2021
2 Doria anuncia novas restrições para eventos com aglomeração
3 Randolfe e Renan discutem nova CPI da Covid, diz colunista
4 Ciro Gomes alfineta Sergio Moro e insiste em debate entre os dois
5 PDT decide adiar lançamento da pré-candidatura de Ciro Gomes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.