Leia também:
X Bolsonaro: ‘País não está em crise ainda graças aos R$ 600’

Moro: AGU pede para entregar apenas trecho de vídeo ao STF

Gravação de reunião foi citada por ex-ministro em depoimento à Polícia Federal

Henrique Gimenes - 07/05/2020 17h07

Ministro Celso de Mello Foto: STF/SCO/Nelson Jr.

Nesta quinta-feira (7), a Advocacia-Geral da União (AGU) enviou um pedido ao ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), pedindo autorização para enviar somente um trecho do vídeo de uma reunião de ministros ocorrida no dia 22 de abril.

Nesta terça-feira (5), o ministro Celso de Mello havia dado um prazo de 72 horas para que o governo enviasse a gravação da reunião. O encontro foi citado pelo ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, em depoimento dado no sábado (2) à Polícia Federal (PF).

Neste segundo pedido encaminhado ao Supremo sobre o assunto, a AGU pediu que Celso de Mello reconsidere “a ordem de entrega de cópia de eventuais registros audiovisuais de reunião presidencial ocorrida no dia 22 de abril de 2020, para que se restrinja apenas e tão-somente a eventuais elementos que sejam objeto do presente inquérito”.

Na noite de quarta-feira (6), o advogado-geral da União, José Levi Mello do Amaral Junior já havia pedido que o ministro reconsiderasse a decisão já que, na reunião, “foram tratados assuntos potencialmente sensíveis e reservados de Estado, inclusive de relações exteriores, entre outros”.

A determinação do ministro do STF ocorre no inquérito que investiga a acusação feita por Moro de que o presidente Jair Bolsonaro teria tentado interferir na PF.

Leia também1 Bolsonaro: 'País não está em crise ainda graças aos R$ 600'
2 A pedido de Guedes, Bolsonaro vetará reajuste de servidores
3 Bolsonaro aprova e SBT terá segundo canal na TV aberta

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.