Leia também:
X TSE afirma que universidades atestaram segurança das urnas

Moraes recusa pedido de Marçal para vetar apoio de PROS a Lula

Partido está rachado entre ala que apoia coach e outra que apoia petista à Presidência

Gabriel Mansur - 25/08/2022 20h00 | atualizado em 26/08/2022 11h15

Pablo Marçal Foto: Reprodução/YouTube Pablo Marçal

O ministro Alexandre de Moraes, que preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desde o dia 16 de agosto, negou a liminar do candidato Pablo Marçal (PROS), que tentava impedir que seu partido apoie a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nestas eleições.

Lançado como candidato pela sigla, o coach, que vive um impasse quanto à sua candidatura, acionou a Corte Eleitoral para que a sigla ficasse proibida “de declarar apoio a qualquer outro partido político e/ou candidato ao cargo de Presidente da República”.

Moraes, no entanto, não acatou o pedido e disse ser necessário “prestigiar o panorama atual do PROS” e as coligações já firmadas. O Partido Republicano da Ordem Social (PROS) passa por uma disputa interna envolvendo a candidatura de Marçal à Presidência. No início de agosto, o registro dele foi protocolado quando o partido estava sob o comando de Marcus Holanda. No entanto, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o retorno para a presidência da legenda de Eurípedes Júnior, favorável a uma aliança com o PT.

Com a decisão, a direção do partido convocou nova convenção partidária para revogar a candidatura de Marçal e apoiar a campanha do ex-presidente Lula. Apesar de tudo isso, o nome de Marçal segue no sistema de divulgação das candidaturas do TSE. A inscrição dele aparece com a observação “aguarda julgamento”, porque o tribunal ainda não tomou uma decisão sobre o registro.

Leia também1 TSE afirma que universidades atestaram segurança das urnas
2 Moraes teve reportagem como base única contra empresários
3 Cármen Lúcia é eleita para vaga de ministra efetiva do TSE
4 Janones vai ao Planalto e arruma confusão com seguranças do GSI
5 Daniel Silveira desafia Moraes após novo bloqueio do ministro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.