Leia também:
X CPI da Covid: Randolfe quer que Bolsonaro preste depoimento

Moraes nega pedido de Aras para deixar inquérito contra Salles

O ministro considera que "não há qualquer dúvida" sobre a sua competência para seguir na relatoria

Thamirys Andrade - 26/05/2021 12h07 | atualizado em 26/05/2021 13h02

Ministro Alexandre de Moraes, do STF Foto: STF/Nelson Jr

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes negou nesta terça-feira (25) o pedido do procurador-geral da República Augusto Aras para que o magistrado deixasse a relatoria da investigação sobre exportação ilegal de madeira contra o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles.

Aras defende que o caso seja entregue à ministra Cármen Lúcia, que é relatora de um outro inquérito que envolve Salles: uma denúncia apresentada pelo ex-superintendente da Polícia Federal (PF) no Amazonas, Alexandre Saraiva, de que o ministro teria atrapalhado a apuração da maior apreensão de madeira do Brasil. O PGR avalia que, se o caso permanecesse com Moraes, poderia haver violação ao princípio do juiz natural.

Moraes, contudo, disse que os dois casos “são absolutamente diversos” e que “não há qualquer dúvida” sobre a sua própria competência para prosseguir na relatoria. A PGR pode ainda recorrer dessa decisão e solicitar que os demais ministros discutam o assunto.

A investigação sob a responsabilidade de Moraes resultou na operação Akuanduba, que realizou busca e apreensão da Polícia Federal (PF) contra o ministro do Meio Ambiente no último dia 19.

Leia também1 Grupo confirma presença de Bolsonaro em "motociata" em SP
2 Caso Henry: Câmara quer saber por que Jairinho acionou Castro
3 Saúde demite coronel que assinou contratos sem licitação
4 Tabata Amaral pode sair do PDT e manter mandato, decide TSE
5 Senado aprova PL do primeiro emprego e texto vai à Câmara

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.