Leia também:
X País já gastou R$ 2 bilhões com juízes que “venderam” férias

Moraes cobra explicações sobre vídeo de Roberto Jefferson

Na gravação, presidente nacional do PTB aparece segurando uma Bíblia

Henrique Gimenes - 18/10/2021 14h35 | atualizado em 19/10/2021 11h24

Ministro Alexandre de Moraes, do STF Foto: STF/SCO/Nelson Jr

Nesta segunda-feira (18), o Supremo Tribunal Federal (STF) emitiu um ofício cobrando explicações sobre um vídeo do ex-deputado federal Roberto Jefferson. Na gravação, o presidente nacional do PTB afirmou que “ora em desfavor do Xandão”, referindo-se ao ministro do STF Alexandre de Moraes.

O pedido de explicações foi emitido pelo próprio Alexandre de Moraes, responsável por determinar a prisão de Jefferson. O ofício foi encaminhado à Secretaria de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro e também à diretoria do Hospital Samaritano da Barra da Tijuca.

No vídeo, o ex-deputado aparece segurando uma Bíblia e faz a leitura do Salmo 109, no qual Davi fala das maldições que os iníquos e enganadores merecem. O referido Salmo, inclusive, é conhecido por conter algumas das mais severas maldições da Bíblia Sagrada.

– Estejam os seus pecados sempre, Xandão, perante o Senhor – parafraseou Jefferson em uma das passagens.

 

View this post on Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Guilherme Amado (@guilhermeamado)

Após ficar mais de um mês internado, Roberto Jefferson, teve alta do Hospital Samaritano Barra na tarde da última quinta-feira (14). Na saída do hospital, ele foi conduzido por uma escolta policial.

O ministro Alexandre de Moraes determinou o “imediato retorno” de Jefferson ao presídio.

– Diante das informações de que o quadro de saúde de Roberto Jefferson Monteiro Francisco evoluiu de modo a permitir sua alta médico-hospitalar, conforme consignado pelo Hospital Samaritano Barra (local indicado pelo próprio custodiado para o seu tratamento), é certo que o retorno ao cárcere, neste momento processual, é a medida que se impõe, desde que, efetivamente, a alta hospitalar seja concedida pela equipe médica responsável – apontou Moraes em sua decisão.

 

Leia também1 “Oro em desfavor do Xandão”, diz Roberto Jefferson em vídeo
2 Salim Mattar questiona: 'Se fosse um juiz do STF na capa da IstoÉ?'
3 Supremo forma maioria para negar habeas corpus a Zé Trovão
4 Aras diz que 'tem tido conversas' sobre ser indicado ao STF
5 Renan pretende indiciar Roberto Jefferson em relatório da CPI

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.