Leia também:
X Pazuello autoriza compra de vacinas da Índia e da Rússia

Moraes autoriza investigação de suposto desacato de Silveira

Pedido foi feito pela PGR, após episódio no IML

Monique Mello - 20/02/2021 12h55 | atualizado em 20/02/2021 13h18

Daniel Silveira se negou a usar máscara dentro do IML
Daniel Silveira se negou a usar máscara dentro do IML Foto: Agência Estado/Betinho Casas Novas

Nesta sexta-feira (19), o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e autorizou a abertura de um inquérito para investigar a conduta do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) no Instituto Médico Legal do Rio (IML). A apuração vai analisar se houve desacato e crime de infração de medida sanitária no comportamento do deputado.

Silveira foi preso na terça-feira (16), horas após publicar vídeo com críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF) e apologia ao AI-5. Ele foi levado ao IML e se recusou a usar máscara após uma policial civil pedir que ele a colocasse, por estar em local público.

O pedido para analisar o comportamento de Silveira foi feito por Alexandre de Moraes na quinta-feira (18). O ministro enviou um ofício à PGR para “adoção de providências cabíveis”.

Nesta sexta -feira (19), o vice-procurador-geral Humberto Jacques de Medeiros pediu a abertura do inquérito. Ele solicitou depoimentos tanto de Silveira quanto de testemunhas e autoridades envolvidas no episódio no IML do Rio. Para Humberto, é preciso aprofundar o caso para esclarecer os fatos antes e depois das filmagens que circulam nas redes sócias.

Moraes autorizou, portanto, a abertura da investigação.

 

Leia também1 "Moraes inventou o flagrante perpétuo", declara Nunes
2 Juiz nega recurso do YouTube contra Terça Livre e dobra multa
3 Saiba como os deputados votaram sobre prisão de Silveira
4 Veja quais evangélicos votaram pela prisão de Daniel Silveira
5 Com 364 votos a favor, Câmara mantém Daniel Silveira preso

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.