Leia também:
X Pai baleado pelo filho de 13 anos recebe alta hospitalar

“Modelo de FHC, Lula, Temer e Bolsonaro foi o mesmo”, diz Ciro

"Qualquer que seja a retórica é o mesmo modelo", diz o pedetista

Monique Mello - 10/04/2022 13h33 | atualizado em 11/04/2022 12h24

Ciro Gomes comparou governos anteriores Foto: EFE/SEBASTIÃO MOREIRA

O pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, disse que o modelo econômico adotado pelos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Lula (PT), Dilma Roussef (PT), Michel Temer (MDB) e Jair Bolsonaro (PL) é o mesmo.

– Qualquer que seja a retórica é o mesmo modelo econômico: câmbio flutuante, meta de inflação. Quem tentou foi FHC. A política de Lula, Dilma, Temer e Bolsonaro foi a mesma, agravada por excrescência teórica que é o teto de gastos com status constitucional e idade congelada de 20 anos, como se fosse método de garantir sanidade fiscal – criticou Ciro neste domingo (10), durante sabatina da 8ª Brazil Conference, evento organizado pela comunidade brasileira de estudantes em Boston (EUA).

Ciro afirmou também que esses governos usaram o mesmo modelo de governança política.

– Bolsonaro está filiado no partido de Valdemar Costa Neto (PL) que vem a ser o cara que o Lula deu o DNIT, foi condenado e preso do mensalão. Roberto Jefferson, que está em prisão domiciliar e defende Bolsonaro, estava nos Correios no governo Lula – afirmou.

Na avaliação de Ciro, o Brasil vive hoje a “mais grave crise social e econômica de sua história”.

– O Brasil fracassou em desenhar um plano de desenvolvimento econômico e social. São o modelo econômico e de governança política do Brasil que traz crise – afirmou.

*AE

Leia também1 Huck diz que Eduardo Leite é seu candidato à Presidência
2 Após saída de Moro, Bolsonaro sobe 4 pontos em pesquisa
3 Simone Tebet cita Moro e Doria: "Estamos perto de um consenso"
4 PT cria campanha contra a corrupção e vira chacota na web
5 Outro senador retira assinatura de pedido da CPI do MEC

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.