Leia também:
X Deputados querem reabrir comissão da PEC da 2ª instância

Ministro encerra entrevista após pergunta sobre chefão do PCC

Marco Aurélio Mello se irritou com questionamento na CNN Brasil e disse que era uma "injúria"

Henrique Gimenes - 13/10/2020 16h04 | atualizado em 13/10/2020 17h18

Ministro Marco Aurélio Mello Foto: Carlos Humberto /SCO/STF

Durante uma entrevista à CNN Brasil nesta terça-feira (13), o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), se irritou ao ser questionado sobre a soltura do traficante André Oliveira Macedo, o André do Rap, apontado como um dos chefões da facção criminosa PCC. O ministro se recusou a responder a pergunta e encerrou a entrevista.

Marco Aurélio Mello foi indagado sobre o escritório de advocacia que fez o pedido de soltura do traficante. A jornalista questionou o ministro se ele sabia que o escritório pertencia a um ex-assessor dele. Sem deixar a pergunta ser concluída por Basília Rodrigues, o ministro rebateu e desligou o telefone.

– Isso é uma injúria. Acabou a entrevista. Obrigado – explicou.

Ao decidir liberar o traficante, Marco Aurélio usou como base o projeto anticrime sancionado em 2019. A decisão acabou sendo revertida pelo presidente do STF, Luiz Fux, mas André do Rap já havia deixado a prisão.

CNN Rádio entrevista Marco Aurélio Mello

Durante entrevista à CNN Rádio, Marco Aurélio foi questionado sobre o pedido de soltura do traficante André do Rap feito pelo escritório de um ex-assessor dele. A informação publicada pela revista "Crusoé" e confirmada pela CNN. O ministro criticou a pergunta e encerrou abruptamente a ligação; assista

Posted by CNNBrasil on Tuesday, October 13, 2020

Leia também1 Advogada de chefão do PCC é sócia de ex-assessor do ministro
2 STF: Marco Aurélio soltou 79 com regra usada em chefão do PCC
3 Traficante usa caso de chefão do PCC e pede ao STF para ser solto
4 PF pede inclusão de chefão do PCC em procurados da Interpol
5 Deputados querem reabrir comissão da PEC da 2ª instância

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.