Leia também:
X Na Flórida, Bolsonaro afirma pedir a Deus que abençoe o Brasil

Ministro diz que governo não voltará com imposto sindical

Luiz Marinho também falou que a nova política de valorização do salário mínimo será enviada ao Congresso

Pleno.News - 03/01/2023 15h06 | atualizado em 03/01/2023 15h59

Luiz Marinho, ministro do Trabalho, ao lado de Lula Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não vai retomar a cobrança do imposto sindical, que era cobrado anualmente de todos os trabalhadores e que foi extinto pela reforma trabalhista de 2017. A informação foi divulgada pelo ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, na cerimônia de transmissão de cargo nesta terça-feira (3), em Brasília.

– Imposto sindical esquece, isso não existirá mais no Brasil – disse.

Ainda de acordo com Marinho, a nova política de valorização do salário mínimo será a mesma adotada nos governos anteriores do PT. Segundo o novo ministro do Trabalho e Emprego, a intenção é enviar o novo mecanismo ao Congresso até maio deste ano.

– Salário mínimo até maio, mesmo formato da política anterior. Se tivesse sido mantida, o salário mínimo estaria superior ao anunciado pelo presidente – concluiu.

*AE

Leia também1 População protesta contra Lula no velório do Pelé
2 Na Flórida, Bolsonaro afirma pedir a Deus que abençoe o Brasil
3 Embaixador: Brasil e Argentina avaliam criar moeda comum
4 Escola de samba convida Janja para desfilar como madrinha
5 Petistas querem que Lula nomeie Paulo Bernardo para Itaipu

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.