Leia também:
X 37 mil presos em SP ganharão “saidinha” na próxima semana

Ministro diz que Bolsonaro deu “xeque-mate” com carta à nação

Gilson Machado disse que a iniciativa do presidente fez cair por terra "qualquer argumento de golpista"

Henrique Gimenes - 10/09/2021 18h07 | atualizado em 10/09/2021 18h08

Presidente Jair Bolsonaro e o ministro Gilson Machado Foto: Isac Nóbrega /PR

Nesta sexta-feira (10), o ministro do Turismo, Gilson Machado, elogiou o comunicado à nação divulgado pelo presidente Jair Bolsonaro e disse que a carta foi um “xeque-mate” em seus opositores. Para ele, a iniciativa fez cair por terra “qualquer argumento de golpista”.

O texto foi divulgado por Bolsonaro na tarde desta quinta-feira (9). Ele disse ter respeito “pelas instituições da República” e garantiu que sempre esteve “disposto a manter diálogo permanente com os demais Poderes”.

Ao comentar a medida, Gilson Machado disse que Bolsonaro jogou uma “granada sem pino” nos críticos.

– A nota do presidente deixou os inimigos sem saber o que fazer. Caiu por terra qualquer argumento de golpista. Se você ler a nota e observar o contexto vai entender. O presidente jogou a granada, sem pino, no colo de quem o nosso povo apontou no dia histórico de 7 de setembro – escreveu.

O ministro também falou sobre as manifestações pelo Dia da Independência

– O 7 de Setembro fez efeito sim. A narrativa de golpista não cola mais. Observem que a imprensa está calada. Xeque-mate! Recebemos ontem no Palácio,todos os Setores da Sociedade. O Brasil está em plena recuperação econômica,todos os índices demonstram isso. Ontem o dólar caiu e a bolsa subiu mais de 115.000 pontos. Precisa desenhar?? – questionou.

Leia também1 'Carta de Bolsonaro colocou tudo de volta aos trilhos’, diz Guedes
2 Brasil Urgente e Datena podem deixar a programação da Band
3 "O presidente é um estadista e patriota", destaca Ramos
4 Lula: Aborto é "questão de saúde pública” e "direito da mulher”
5 Bolsonaro: 'Tem coisas que não posso falar. Ou confia, ou não'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.