Leia também:
X Ativistas negros exigem de Lula mais espaço na campanha

Ministro da defesa: Eleição de Lula seria a “ruína da nação”

Paulo Sérgio Nogueira compartilhou artigo que critica o pré-candidato do PT à Presidência

Gabriel Mansur - 10/07/2022 14h47 | atualizado em 11/07/2022 13h40

General Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, ministro da Defesa Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Para o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira, uma eventual vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de outubro “será o desastre e a ruína moral da nação e de suas instituições”. A convicção foi compartilhada na noite deste sábado (9), via WhatsApp, por meio de um artigo de um general da reserva. A informação é do jornal O Globo.

O artigo compartilhado por Nogueira diz que Lula “representa o que são antivalores” para as Forças Armadas.

– Após condenado por unanimidade em três instâncias da justiça e descondenado com base em questões formais de discutível legitimidade, criou-se uma situação de extremo embaraço para as FA (Forças Armadas). Como promover o culto a valores morais, cívicos e éticos, ao mesmo tempo em que se submeteriam e prestariam honras militares a um comandante supremo com o histórico de Lula? Quais os reflexos na coesão, disciplina, autorrespeito e autoestima nas FA? – questiona o artigo.

Citando uma declaração do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, que disse no mês passado que “ninguém pode esquecer” que houve corrupção no Brasil, o editorial avança e enfatiza que o Brasil é uma “pseudodemocracia”.

– Caso a Nação o eleja [Lula] em 2022, o Brasil passará um atestado de indigência moral, ferindo de morte o seu futuro. 9…) Injustificável a adesão ou a leniência de segmentos da sociedade, inclusive de grande parte da mídia e de empresários, aos desígnios de um político inconfiável como Lula. Na realidade, as instituições não funcionam e, por isso, o Brasil é uma pseudodemocracia – acrescenta.

Apesar do compartilhamento, o texto não é assinado por Nogueira, mas sim pelo general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva, ex-comandante da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército. Paiva também é o diretor de geopolítica e conflitos do Instituto Sagres, que é composto por militares da reserva.

O título do artigo é Lula presidente – Ruína moral da nação e das instituições. O autor também publicou o texto em sua página do Facebook.

Questionado sobre a mensagem, o ministro da Defesa respondeu que “o texto é muito bom” e que o autor “é uma das maiores inteligências da história do Exército”.

Recentemente, Nogueira disse na Câmara dos Deputados que duvidava do sistema eleitoral. Porém, ressaltou que “nenhum sistema é inviolável” e que as Forças Armadas estavam quietinhas no seu canto “quando foram chamadas pelo TSE para participar de uma comissão técnica para melhorar a segurança e a transparência nas eleições”.

Durante uma reunião ministerial do Planalto, o ministro também reclamou que o TSE até hoje não atendeu seu pedido para uma reunião específica dos militares com a Corte. Afirmou ainda que irá tentar impor um cronograma para que o TSEl atenda às sugestões dos militares para o sistema eletrônico de votação.

Leia também1 Eleições: Gilmar cassa licenças de promotores pré-candidatos
2 Daniela Lima diz que autor da "bomba de fezes" é bolsonarista
3 Lula induz eleitor a se beneficiar com programa de Bolsonaro e depois votar nele
4 Lula agradece ex-vereador do PT preso por tentativa de homicídio
5 Bolsonaro diz que acabou com a palavra corrupção: "É obrigação"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.