Leia também:
X Vídeo: Âncora da CNN se irrita com mais uma alta do dólar

Ministro da CGU diz ter criado grupo sobre sigilos de Bolsonaro

Medida foi uma das promessas de campanha de Lula

Henrique Gimenes - 03/01/2023 20h46 | atualizado em 04/01/2023 11h44

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, e o ministro da Controladoria-Geral da União, Vinicius Carvalho Foto: EFE/André Borges

Nesta terça-feira (3), após tomar posse no cargo, o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Vinicius Marques de Carvalho, falou sobre uma promessa de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com ele, já foi criado um grupo de trabalho para analisar os sigilos impostos pelo ex-presidente Jair Bolsonaro durante seu governo.

O tema foi uma das primeiras medidas adotadas por Lula, que deu um prazo de 30 dias para a CGU analisar todas as decisões de Bolsonaro referentes ao sigilo de documentos e informações da administração pública.

Após tomar posse, Vinicius Marques de Carvalho disse que pretende atuar pela “reconstrução do país”.

– É importante estruturamos a agenda de incentivo para que a leniência aconteça e seja ferramenta de investigação. Históricos de conduta têm que ser claros e detalhados. A punição deve ter como base o devido processo legal. Alegorias persecutórias não fazem parte do dever que a lei e a Constituição nos conferem – ressaltou.

Leia também1 Vídeo: Âncora da CNN se irrita com mais uma alta do dólar
2 Bolsa cai e dólar registra o maior valor dos últimos seis meses
3 Deputado pretende suspender decreto de Lula sobre armas
4 Arma antidrone estava com a mira invertida, diz especialista
5 Petista assume Ministério e fala em “nova proposta” para a EBC

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.