Leia também:
X Ministro nega exclusão de vídeo em que Lula ataca Bolsonaro

Ministro critica ideia do PT de vincular auxílio a vacinas

Ciro Nogueira chamou a iniciativa de ideia autoritária

Henrique Gimenes - 12/08/2022 15h13 | atualizado em 12/08/2022 15h16

Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira Foto: Agência Senado/Marcos Oliveira

Nesta sexta-feira (12), o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, criticou a proposta do Partido dos Trabalhadores (PT) de condicionar o pagamento de benefícios sociais, como o Auxílio Brasil, à vacinação contra a Covid-19 e a outras presentes no Plano Nacional de Imunizações (PNI). Para Ciro, a ideia é autoritária, já que a “vacina é para quem quer”.

A iniciativa do PT foi abordada pelo senador Humberto Costa (PT) em entrevista ao site Poder 360.

– Vamos ter uma grande campanha de comunicação e uma ação articulada com a área das políticas de transferência de renda para garantir que só receba o recurso quem estiver em dia com a vacina, as mães que tiverem sendo acompanhadas no pré-natal e os filhos que tenham presença nas escolas. Tudo isso vai ser resgatado – explicou o senador.

Ao criticar a medida, no entanto, o ministro disse que a vacina não deve ser obrigatória.

– Lá vem o PT com suas ideias autoritárias: o Auxílio Brasil é para os vulneráveis. A vacinação é para quem quer, não pode ser obrigatória. Obrigatório é ter vacina disponível. Vão exigir o que mais? Carteira de filiação? PT nunca mais! – escreveu.

Leia também1 Ministro nega exclusão de vídeo em que Lula ataca Bolsonaro
2 Jornalista sobre leitura de carta na USP: "Pouquíssima gente"
3 Bolsonaro volta a criticar carta da USP durante evento no DF
4 Deolane: Polícia apura lavagem de dinheiro e sonegação
5 Autor ameaçado de morte pelo Irã é vítima de atentado nos EUA

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.