“Minha morte interessa a muita gente”, diz Bolsonaro

Presidente eleito confirmou declarações feitas pelo filho, Carlos Bolsonaro

Pleno.News - 29/11/2018 18h24

Bolsonaro acredita que queiram sua morte Foto: Agência Brasil/Valter Campanato

O vereador Carlos Bolsonaro afirmou que a morte do presidente eleito é do interesse de pessoas próximas ao seu pai. A publicação foi feita, nesta quarta-feira (28), através do Twitter. Carlos não deu indícios de quem seria, mas pediu aos seus seguidores para pensarem e tentarem entender todo o enredo.

– A morte de Jair Bolsonaro não interessa somente aos inimigos declarados, mas também aos que estão muito perto. Principalmente após sua posse! É fácil mapear uma pessoa transparente e voluntariosa. Sempre fiz minha parte exaustivamente. Pensem e entendam todo o enredo diário – publicou o vereador, que, nesta quinta (29), desmentiu uma fake news divulgada por Marcelo Freixo.

Bolsonaro já havia sido alvo de uma tentativa de assassinato durante um ato de campanha na cidade mineira de Juiz de Fora. Durante o segundo turno das eleições, ele evitou ir aos debates temendo pela própria vida.

Segundo o UOL, Jair Bolsonaro confirmou as suspeitas do filho, na manhã desta quinta (29). O presidente eleito participou da formatura da Escola Superior de Aperfeiçoamento de Oficiais, na Vila Militar, no Rio de Janeiro.

– Minha morte interessa a muita gente. O homem que me deu a facada estava muito próximo a mim. Inclusive, o Adélio Bispo era filiado ao PSOL. Houve o fato da tentativa de entrar na Câmara com o nome dele, é preciso aprofundar as investigações – declarou.

LEIA TAMBÉM+ Magno Malta se manifesta sobre não ter sido escolhido
+ Malafaia critica Bolsonaro por não nomear Malta ministro
+ Bolsonaro comemora bodas e recebe declaração da esposa


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo