Leia também:
X Bolsonaro e Moraes cochicham e sorriem durante posse do TSE

Michelle cresce nas redes e supera Lula, Janja, Ciro e Tebet

Primeira-dama tem ocupado papel destaque na campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro

Pleno.News - 17/08/2022 10h45 | atualizado em 17/08/2022 11h32

“Deus tem promessas para o Brasil”, disse Michelle no lançamento da candidatura do presidente Jair Bolsonaro Foto: Pleno.News

A popularidade da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, tem registrado um crescimento impressionante desde que ela assumiu protagonismo na campanha de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL). Segundo levantamento feito pela consultoria Bites, os números têm superado presidenciáveis como Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB), Lula (PT) e também Janja da Silva, esposa do candidato petista. As informações são do jornal O Globo.

Somente no Instagram, Michelle ganhou 160 mil novos seguidores nos últimos 30 dias. O índice ultrapassa a soma de todos os novos seguidores de Ciro e Tebet, incluindo em outras plataformas. Respectivamente, eles angariaram 45 mil e 55 mil novos usuários, levando em conta não apenas o Instagram, mas também Twitter, Youtube e Facebook.

Nas interações, a primeira-dama supera até mesmo Lula, somando 88 mil curtidas, comentários e compartilhamentos, enquanto o petista acumula 46 mil. Michelle só não ultrapassou o presidente, que registrou 118 mil interações durante o período.

Também nos últimos 30 dias, o número de buscas por Michelle no Google foi 24 vezes maior que o por Janja. Apenas nesse quesito seu nome não ultrapassou as buscas pelos presidenciáveis Ciro e Tebet, sendo 2,7 menor que o do pedetista, e 1,5 vezes menor que o da emedebista.

Até o momento, Michelle tem 3,3 milhões de seguidores no Instagram. Para efeitos de comparação, Ciro possui 1,2 milhão, Simone Tebet tem 190 mil, Lula tem 5,8 milhões e Janja tem 57,5 mil.

Na avaliação da consultora Bites, Michelle é “um dos principais ativos digitais” na campanha do presidente Jair Bolsonaro, ampliando seu eleitorado entre mulheres e evangélicos.

Leia também1 Aras no TSE: Estamos irmanados na defesa do sistema eleitoral
2 Bolsonaro sobre início em Juiz de Fora: "Onde tentaram nos parar"
3 Ciro Gomes é intimado pelo TSE por causa de multa eleitoral
4 PF faz operação contra ataques hackers a sites do governo
5 Justiça solta um dos principais chefes do tráfico do Rio

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.