Leia também:
X Ministro do TSE valida retirada de ação do PL sobre Lollapalooza

Michelle Bolsonaro defende Milton Ribeiro: “Pessoa honesta”

Primeira-dama afirmou que está orando pela vida do agora ex-ministro e que confia nele

Paulo Moura - 29/03/2022 08h46 | atualizado em 29/03/2022 09h23

Primeira-dama Michelle Bolsonaro Foto: PR/Isac Nóbrega

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, defendeu o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, nesta segunda-feira (28), durante o evento de filiação dos ministros Tarcísio de Freitas (Infraestrutura) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) ao Republicanos, em Brasília, Distrito Federal. Na ocasião, Michelle disse que Ribeiro é uma “pessoa honesta” e que confia nele.

– Deus sabe de todas as coisas e vai provar que ele é uma pessoa honesta, justa, fiel e leal – afirmou a primeira-dama.

Em outro momento, Michelle também disse estar orando por Ribeiro.

– Ainda não tive tempo de ver [o caso], mas estou orando pela vida dele. Eu confio muito nele – completou.

A SAÍDA DO MINISTRO
Nesta segunda, Milton Ribeiro decidiu pedir para deixar o cargo. O presidente Jair Bolsonaro aceitou o pedido de demissão e a exoneração do ministro foi publicada em uma edição extra do Diário Oficial da União (DOU). A exoneração pode ser vista aqui.

A medida ocorreu após gravações do ministro da Educação supostamente apontarem uma interferência de pastores no Ministério da Educação (MEC). O áudio foi divulgado pelo jornal Folha de São Paulo na noite de 21 de março. De acordo com o veículo, dois pastores teriam influenciado o repasse de verbas do MEC, Gilmar Santos e Arilton Moura.

A decisão de deixar o comando do MEC ocorreu após uma reunião entre Milton Ribeiro e Jair Bolsonaro nesta segunda-feira. Durante o encontro, Ribeiro entregou uma carta de renúncia ao presidente. No documento, ele diz ter plena convicção de que jamais realizou um único ato de gestão “que não fosse pautado pela correção, pela probidade e pelo compromisso com o erário”.

Também apontou que decidiu pedir a “exoneração do cargo, com a finalidade de que não paire nenhuma incerteza sobre a minha conduta e a do Governo Federal, que vem transformando este país por meio do compromisso firme da luta contra a corrupção”.

Leia também1 Ministro do TSE valida retirada de ação do PL sobre Lollapalooza
2 Bolsonaro deixa hospital após dar entrada com desconforto
3 Bolsonaro dá entrada em hospital após sentir desconforto
4 A pedido de Bolsonaro, PL retira ação contra Lollapalooza no TSE
5 Will Smith pede desculpas a Chris Rock: "Estou envergonhado"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.