Leia também:
X Em Pernambuco, povo grita ‘Lula ladrão, seu lugar é na prisão’

“Meu maior conforto é a cadeira não ser de um comunista”

Presidente Jair Bolsonaro discursou na CPAC

Monique Mello - 04/09/2021 19h44 | atualizado em 04/09/2021 20h32

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Marcos Corrêa

Durante discurso na Conferência de Ação Política Conservadora em Brasília (CPAC), neste sábado (4), o presidente Jair Bolsonaro fez várias reflexões sobre suas responsabilidades como o chefe do Executivo Nacional.

Ao falar sobre a situação da Venezuela e países cuja população vive e sofre sob um regime comunista, Bolsonaro disse que o que mais lhe conforta na Presidência é saber que não é um comunista que está no poder.

– Muitas coisas me confortam na Presidência, mas nenhuma mais do que saber que aquela cadeira não está sendo ocupada por um comunista – disse o presidente.

A reação imediata da plateia, bem como os participantes que estavam no palco, além de aplaudir, foi gritar em uníssono “A nossa bandeira jamais será vermelha”.

O presidente concluiu seu pensamento parafraseando um famoso provérbio.

– As pessoas inteligentes aprendem com os erros dos outros. As “cabeça dura”, com os próprios erros. Os idiotas não aprendem nunca – declarou.

Leia também1 Na CPAC, Bolsonaro rebate Maia: 'Esse gordinho nunca me enganou'
2 Ministros do TSE articulam para Bolsonaro ficar inelegível
3 Mandetta ironiza atos do dia 7: ‘Defender fome e desemprego?’
4 Zambelli mostra multidão pró-Bolsonaro e questiona pesquisas
5 Zé Trovão 'peita' Moraes e desafia: "Vem me prender na Paulista"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.