Leia também:
X Se a crise demorar a passar? Geraldo Rufino e Patrícia Lages dão dicas

“Meu Exército não vai para a rua obrigar o povo a ficar em casa”

Presidente Jair Bolsonaro descartou a possibilidade de decretar um "lockdown" nacional

Paulo Moura - 08/03/2021 12h10 | atualizado em 08/03/2021 12h26

Bolsonaro falou que não aplicará lockdown nacional Foto: PR/Alan Santos

Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, nesta segunda-feira (8), o presidente Jair Bolsonaro criticou as novas medidas de isolamento nos estados e municípios para conter o avanço do novo coronavírus e descartou a possibilidade de decretar um “lockdown” nacional.

– Alguns querem que eu decrete “lockdown”, não vou decretar e pode ter certeza de uma coisa: o meu Exército não vai pra rua pra obrigar o povo a ficar em casa – disse Bolsonaro.

Na conversa, o presidente da República afirmou que alguns gestores “estão se excedendo” nos decretos de restrição de circulação pelo país e disse que pede apenas democracia e “respeito às instituições” brasileiras.

– Eu quero paz, tranquilidade, democracia, respeito às instituições, mas alguns estão se excedendo. O povo vai se conscientizar do que precisa ser feito. Na hora certa, tudo vai acontecer – declarou.

Por fim, o presidente voltou a destacar que não é culpado pela atual situação do país e declarou que não pode ser cobrado pelas decisões de restringir a circulação adotadas por governadores e prefeitos.

– Vamos ver até onde o Brasil aguenta esse estado de coisas. Não cobre de mim. Se eu fosse o dono de tudo aqui, seria o que chamam de ditador – finalizou.

*Com informações do Estadão

Leia também1 Mourão sobre pesquisa: “Lula não pode ser candidato, né?”
2 Bolsonaro vai se filiar ao Partido da Mulher Brasileira, diz site
3 Lockdown:"A fome pode matar mais que a covid", diz deputada
4 Mulheres de direita são maioria na bancada feminina da Câmara
5 Ernesto confirma parceria entre cientistas de Israel e Brasil

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.