Leia também:
X PDT move ação no TSE contra o aplicativo da família Bolsonaro

Médico particular nega morte de Olavo de Carvalho por Covid-19

De acordo com Ahmed Youssif El Tassa, professor teve uma “insuficiência respiratória aguda” ocasionada por um quadro de enfisema pulmonar

Pleno.News - 25/01/2022 16h07 | atualizado em 25/01/2022 17h35

olavo de carvalho
Olavo de Carvalho Foto: Reprodução / Youtube

Nesta terça-feira (25), o médico particular de Olavo de Carvalho, Ahmed Youssif El Tassa, negou que o filósofo tenha morrido de Covid-19.

Em uma nota enviada à colunista Bela Megale, do jornal O Globo, o profissional informou que o óbito ocorreu devido a uma “insuficiência respiratória aguda”, ocasionada por um quadro de enfisema pulmonar associado à insuficiência cardíaca congestiva, à pneumonia bacteriana e a uma infecção generalizada.

Olavo de Carvalho morreu na noite de segunda-feira (24), aos 74 anos, em Richmond, no estado da Virgínia, nos Estados Unidos (EUA). Ele estava internado em um hospital local.

Olavo havia testado positivo para a Covid-19 no último dia 16 de janeiro, era cardiopata e portador da doença de Lyme, infecção transmitida por carrapato que provoca irritações na pele e sintomas como os da gripe.

Ao veículo, Ahmed Youssif El Tassa, que foi médico de Olavo por mais de 30 anos, explicou o quadro do professor:

– Durante todos esses anos, inclusive nas últimas internações nesses últimos dois anos, acompanhei o quadro de saúde de Olavo de Carvalho. Ele sofre de Doença Broncopulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), no caso, o enfisema pulmonar. Não tem qualquer relação com a Covid-19; é um problema crônico. Qualquer pessoa com um enfisema crônico, quando pega uma pneumonia, é quase um sinônimo de morte – destacou.

O médico também enviou uma nota ao veículo afirmando que, “de acordo com os boletins médicos emitidos nos últimos dias pelo Hospital John Randolph Medical Center, a sua morte [de Olavo] foi deflagrada por insuficiência respiratória aguda por DPOC, insuficiência cardíaca congestiva, pneumonia bacteriana e infecção generalizada (septicemia), causada pela bactéria Staphylococcus aureus, resistente à Meticilina, geralmente referida pelas siglas SARM ou MRSA. Condições que levaram a eventos tromboembólicos generalizados por coagulação intravascular disseminada (CIVD) em múltiplos órgãos”.

ÓDIO DO BEM
No Twitter, usuários críticos ao posicionamento político de Olavo de Carvalho fizeram publicações em comemoração à morte do escritor. Eles elevaram hashtags como “Grande Dia” e “CPF Cancelado”.

Entre os que fizeram posts semelhantes está o ator José de Abreu:

– Morreu o pai do bolsonarismo. Falta o filho – escreveu o artista, fazendo referência ao escritor e também ao presidente Jair Bolsonaro.

Um outro usuário também “celebrou”:

– Olavo de Carvalho, descanse em paz nas profundezas do inferno. Um verme a menos para espalhar fake news. Abraçou o capiroto e morreu na m*****. Grande dia – acrescentou um usuário do Twitter.

A filha de Olavo, que rompeu com o escritor em 2017 devido a divergências políticas, já havia criticado a postura de quem celebra a morte do escritor. Ela confessou não sentir “grande tristeza” pela partida do pai, tampouco sentir-se feliz por isso.

– Comemorar a morte de qualquer pessoa é assinar o atestado de total falta de humanidade. Deus tá vendo e eu também – disse Heloisa de Carvalho.

Outras pessoas também desaprovaram as publicações em questão e apontaram “ódio do bem”:

– E a esquerda mostrando, mais uma vez, não ser nada diferente daqueles os quais repudiam. “CPF cancelado”, “Vai tarde”. Hipócritas! Todos sabemos que o “gabinete do ódio” nasce da esquerda e, como dizia Olavo de Carvalho, “a hipocrisia é um vício de quem sinaliza virtude” – declarou um usuário da rede social.

Leia também1 Bolsonaro decreta luto oficial pela morte de Olavo de Carvalho
2 Câmara se desculpa após curtir deboche sobre a morte de Olavo
3 Nikolas Ferreira e as 7 lições que aprendeu com Olavo de Carvalho
4 Aliados de Bolsonaro lamentam morte de Olavo de Carvalho
5 Governo divulga nota de pesar pela morte de Olavo de Carvalho

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.