Leia também:
X Bolsonaro nega corrupção: “Acusam, mas nada provam”

MBL tentou se infiltrar em ato de Lula, acusa Força Sindical

Segundo organização, quatro integrantes do grupo foram barrados pela equipe de credenciamento

Thamirys Andrade - 07/05/2022 17h38 | atualizado em 07/05/2022 18h20

Coordenador do MBL, Renan Santos Foto: Reprodução/Print de vídeo YouTube Flow Podcast

O secretário-geral da Força Sindical, José Carlos Gonçalves, acusou o Movimento Brasil Livre (MBL) de tentar se infiltrar na cerimônia de lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Lula (PT), realizada neste sábado (7), em São Paulo. Segundo Gonçalves, também conhecido como Juruna, quatro integrantes do grupo disfarçados com o colete da central sindical foram barrados pela equipe de credenciamento.

Em entrevista ao jornal O Globo, Juruna explica que eles foram impedidos de entrar após os funcionários constatarem que seus nomes não constavam na relação de sindicalistas.

Ao ser procurado, o coordenador do movimento, Renan Santos, se limitou a dizer que analisaria o caso.

Nesta semana, o vereador Rubinho Nunes (União Brasil), advogado do MBL, enviou uma representação contra o ex-presidente Lula ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nunes pede que a Corte multe o pré-candidato petista por propaganda eleitoral antecipada, após Lula pedir explicitamente por voto, durante discurso realizado em Sumaré, em São Paulo, na última quinta-feira (5).

– Vamos ser agressivos de votar no 13 – disse o presidenciável na ocasião.

Leia também1 PT lança pré-candidatura de Lula e Alckmin em evento em SP
2 Lula aposta em verde e amarelo no evento de pré-candidatura
3 Lula durante evento: Precisamos de livros em vez de armas
4 Jingle de Lula tem participação de Pabllo Vittar e Zélia Duncan
5 Bolsonaro nega corrupção: "Acusam, mas nada provam"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.