Leia também:
X Jair Bolsonaro vai a jogo do Flamengo na Libertadores

Mayra Pinheiro acusa CPI de vazar dados sigilosos sobre ela

Secretária afirmou que senadores têm divulgados e-mails privados que carregam seus dados pessoais

Paulo Moura - 22/07/2021 07h34 | atualizado em 22/07/2021 12h00

Mayra Pinheiro prestou depoimento na CPI da Covid Foto: Agência Senado/Jefferson Rudy

A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde, Mayra Pinheiro, anunciou que entrará com uma petição no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 por conta do vazamento de dados sigilosos sobre ela. De acordo com Mayra, os senadores têm divulgados e-mails privados que carregam seus dados pessoais.

– O que os senadores estão fazendo é divulgar e-mails privados, com dados pessoais. Isso é um crime! É descumprimento de uma medida cautelar que foi dada a mim enquanto depoente. Além disso, divulgaram informações falsas – declarou.

Pinheiro lembrou que a decisão tomada pelo ministro Ricardo Lewandowski, do STF, que autorizou as quebras de seu sigilo telefônico e telemático no âmbito das apurações feitas pela CPI, deixou clara que era proibida a divulgação de qualquer e-mail ou documento sigiloso antes do término dos trabalhos do colegiado.

– O documento assinado pelo ministro Ricardo Lewandowski proíbe que qualquer e-mail ou documento sigiloso seja divulgado antes do término da CPI – apontou ela.

Para obterem as informações, os parlamentares precisaram de autorização do Supremo Tribunal Federal (STF). A Suprema Corte permitiu a quebra de sigilo, mas determinou que a confidencialidade dos dados fosse mantida. No entanto, após os políticos entrarem em recesso, as informações como um documento de identidade de Mayra, com número oficial, foram vazadas.

Leia também1 'Era hipérbole quando falei de virar jacaré; podia virar bambi"
2 Randolfe vai receber honraria francesa concedida por Macron
3 Flávio aciona Renan na PGR por abuso de autoridade na CPI
4 Randolfe abre queixa contra Bolsonaro por 'difamação'
5 Lula exalta CPI e diz que será 'impeachment ou interdição'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.