Leia também:
X STF pode derrubar vetos de Bolsonaro à lei que acaba com a LSN , diz colunista

Mario Frias ironiza Doria nas redes sociais: “Farsa patética”

Secretário da Cultura desafiou o governador

Pierre Borges - 02/09/2021 14h46 | atualizado em 02/09/2021 16h29

Mario Frias e João Doria Foto: MTur/Roberto Castro e Reprodução/TV Cultura

O secretário especial da Cultura, Mario Frias, voltou a criticar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), após uma publicação do tucano referente às obras do Museu do Ipiranga, na capital paulista.

Frias repercutiu uma postagem de Doria com o seguinte texto: “Hoje começamos a contagem regressiva para a reabertura do novo Museu do Ipiranga. O Museu está sendo totalmente reformado com patrocínio do setor privado. Ele será reaberto na comemoração do bicentenário da Independência do Brasil, em setembro de 2022”.

Ao compartilhar o texto, o secretário chamou o governador de “farsa patética” e disse que não irá “discutir com alguém que mente patologicamente”. Frias ainda desafiou Doria a inaugurar a obra sem sua “permissão” e disse que irá “aplicar a punição prevista, reprovando as contas da reforma, forçando a devolução de todo investimento”. A publicação termina de modo irônico: “Vai lá, tente inaugurar”.

ENTENDA
Frias tem se pronunciado contra o governo de São Paulo desde o início do ano, no tocante ao Museu. Em fevereiro, o secretário afirma que as obras estão sendo custeadas pelo governo federal, e não pelo governador. Na ocasião, Frias disse que visitou o museu e estranhou “que uma obra tão importante, que não recebeu recursos do governo do estado de São Paulo, tenha sido anunciada pelo governador, João Doria, como a principal obra do seu governo”.

Após as novas declarações de Frias, o secretário de cultura de São Paulo, Sérgio Sá Leitão, afirmou que funcionários do governo Federal “querem destruir o que fazemos com rigor, excelência e respeito à história e ao patrimônio cultural do Brasil. São Paulo valoriza a cultura e não deixará que este devaneio autoritário prevaleça. Viva o Museu do Ipiranga!”

Em julho, a briga entre Frias e o governo de SP ficou ainda mais acirrada após a aprovação de um decreto pelo governo, determinando que a inauguração, a divulgação e a promoção dos projetos que utilizaram recursos da Rouanet, por parte de estados e municípios, como é o caso do Museu do Ipiranga, só poderão ocorrer após a autorização do governo federal. O decreto foi criticado pelo secretário estadual de cultura.

Leia também1 STF pode derrubar vetos de Bolsonaro à lei que acaba com a LSN , diz colunista
2 Vídeo: Pastor Drummond fala sobre morte dias antes de partir
3 Ford cria modelo Ranger Raptor "muito gay" contra homofobia
4 E-book traz significados ocultos e artísticos das tatuagens
5 Setembro Amarelo: Você sabe como surgiu a campanha?

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.