Leia também:
X ‘Pegue o seu pen drive e saia’: Do Val coleciona ‘broncas’ na CPMI

Marcel van Hattem na CPMI: “Que não sejamos hipócritas”

Partido Novo perdeu vaga na bancada da Comissão

Monique Mello - 25/05/2023 13h17 | atualizado em 25/05/2023 13h45

Senador Eduardo Girão e deputado Marcel van Hattem, na CPMI Foto: Pedro França/Agência Senado

Com o partido Novo sem representação na bancada da CPMI do 8 de janeiro, o deputado federal Marcel van Hattem (Novo-RS) afirmou que o partido ainda deve lutar nos tribunais para garantir uma cadeira fixa na Comissão. O parlamentar discursou nesta quinta-feira (24), dia da abertura dos trabalhos.

– Que não sejamos hipócritas nessa comissão. Que sejamos sempre a favor da Justiça no Brasil, da liberdade e da democracia – disse, pedindo serenidade nos trabalhos da CPMI.

O Novo perdeu uma vaga após uma manobra de aliados do governo para garantir a maioria na Comissão. No início do mês, os presidentes das Casas Legislativas, Arthur Lira e Rodrigo Pacheco, negaram um pedido da deputada Adriana Ventura (Novo) para participar do sistema de rodízio da Comissão.

Embora integre a oposição, van Hattem desejou sorte à senadora Eliziane Gama (PSD-MA), indicada como relatora.

– Que [ela] possa ser justa com o povo brasileiro. A maior virtude de um parlamentar representar a população e não buscar acordos e conchavos com poderosos, oprimi-la – declarou.

Leia também1 'Pegue o seu pen drive e saia': Do Val coleciona 'broncas' na CPMI
2 Veja quem são os 32 integrantes da CPMI dos atos de 8 de janeiro
3 CPMI dos atos: Arthur Maia é eleito presidente do colegiado
4 Presidente da CPMI: "É preciso descobrir o que de fato ocorreu"
5 CPMI dos atos: Braga e Calheiros ficam de fora da comissão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Canal
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.