Leia também:
X Ministro Edson Fachin se despede da presidência do TSE

Marçal critica Lula e diz que irá à ONU caso perca candidatura

Coach afirma ser um "perseguido político"

Thamirys Andrade - 10/08/2022 11h57 | atualizado em 10/08/2022 12h05

Pablo Marçal Foto: Reprodução / Redes sociais

O coach Pablo Marçal (Pros) declarou a si mesmo, nesta terça-feira (10), como um “perseguido político” e prometeu que não abrirá mão de disputar a Presidência, indo até mesmo à Organização das Nações Unidas (ONU) se julgar necessário. Segundo ele, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é “tão ladrão que quer roubar” sua “candidatura”.

– Está tendo supressão de direito político, existe perseguição política. Estão fazendo de tudo absolutamente para retirar minha candidatura. Eu entendo o que é o jogo político, a perseguição política, mas não faz sentido um cara igual ao Lula que, segundo as pesquisas, está liderando a campanha, a corrida eleitoral, estar preocupado com um cara que tem 1% – afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais.

Marçal pediu ajuda da Justiça, dos meios de comunicação, das TVs, dos rádios e de influenciadores para “ter o direito de ser candidato”. Ele ainda garantiu que irá resistir “até depois do fim”.

– Eu não tenho nenhum medo de perder a eleição, agora o meu receio é da democracia ir para o lixo. Alguém que tanto a defende, alguém que assina carta, e não tem a capacidade, a hombridade de ver pessoas concorrendo junto com ele – disse, ainda em referência ao ex-presidente.

Também nesta terça, Marçal afirmou, em entrevista ao Papo Antagonista, que “por nada nesta Terra” ele será visto apoiando “um criminoso como o Lula”. Ele também relatou que sente em seu coração que será o próximo presidente do Brasil.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Pablo Marçal (@pablomarcal1)

Leia também1 Lula não deve ir à cerimônia de leitura da carta pela democracia
2 Weber pede que PGR opine sobre suposta prevaricação de Moraes
3 Bolsonaro registra candidatura à reeleição na Justiça Eleitoral
4 Comissão do Senado deve ouvir Moraes, Lewandowski e Valério
5 Vereadoras do PSOL acionam MP após fala de Bolsonaro no Flow

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.