Leia também:
X 2ª fase da vacinação contra o Influenza começa na quinta

Mandetta rejeita demissão de secretário: “Sairemos juntos”

Ministro deu a entender que será demitido em breve

Gabriela Doria - 15/04/2020 17h25 | atualizado em 15/04/2020 18h06

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante a coletiva de imprensa sobre à infecção pelo novo coronavírus Foto: Agência Brasil/Marcello Casal Jr

O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta informou, durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (15), que o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira. O secretário tentou entregar o cargo durante reunião na manhã desta quarta.

– Entramos no ministério juntos e sairemos do ministério juntos. Já falei que não aceito [a demissão], Wanderson continua. Nós vamos trabalhar juntos até o momento de sairmos juntos – disse Mandetta.

O próprio ministro da Saúde já dá como certa sua exoneração. Tanto ele quanto os secretários que o acompanham, incluindo Wanderson de Oliveira e João Gabbardo, são defensores do isolamento social como forma de controlar a pandemia do novo coronavírus.

A recomendação é frontalmente contra o que prega o presidente Jair Bolsonaro, que acredita que as consequências econômicas do isolamento serão mais catastróficas do que o próprio contágio.

Leia também1 Brasil chega a 1.736 mortes por Covid-19 e 28.320 casos
2 Britânica de 106 anos supera a Covid-19: "Tenho muita sorte"
3 Covid-19: Governo irá testar remédio com eficácia de 94%

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.