Leia também:
X Congresso adia retorno e ano começa em 5 de fevereiro

Mandado de prisão contra Lula que circula na web é falso

Assessoria do juiz Sérgio Moro emitiu nota desmentindo o documento

Gabriela Doria - 26/01/2018 19h48

A assessoria do juiz Sérgio Moro emitiu uma nota, nesta sexta-feira (26), afirmando que o suposto mandado de prisão preventiva contra Luiz Inácio Lula da Silva, que circula pelas redes sociais, é falso. O documento vem com uma assinatura atribuída ao juiz Sérgio Moro e pede que Lula seja preso imediatamente.

– A Seção de Comunicação Social da Justiça Federal do Paraná esclarece que o mandado de prisão em desfavor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que circula nas redes sociais e aplicativos de mensagem instantânea, não é verdadeiro – diz um trecho do comunicado.

Falso documento é atribuído ao juiz Sérgio Moro Foto: Reprodução

No falso mandado, Sérgio Moro teria pedido, inclusive, que se preservasse “qualquer exposição pública” de Lula. Ele também teria sugerido evitar o uso de algemas no ato da prisão, exceto “se verificada a sua necessidade para fins de garantia dos executores da prisão e condutores do preso”.

O boato surge um dia após o juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal, determinar a apreensão do passaporte de Lula. O ex-presidente tinha uma viagem marcada para a Etiópia, na África, para participar de um encontro da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura. Segundo Leite, havia risco de fuga ou de asilo político.

Siga-nos nas nossas redes!
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.