Leia também:
X Senadores pedirão a Pacheco que paute sabatina de Mendonça

Malafaia rebate Ciro Nogueira e afirma que ele “é réu confesso”

Em vídeo, pastor criticou o ministro da Casa Civil e afirmou que Ciro gosta de "viver nas sombras"

Henrique Gimenes - 13/10/2021 17h58 | atualizado em 14/10/2021 15h38

Pastor Silas Malafaia Foto: Foto: Reprodução/Vídeo de Silas Malafaia

Em vídeo publicado nas redes sociais nesta quarta-feira (13), o pastor Silas Malafaia voltou a criticar o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI), e a defender o nome de André Mendonça para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Na gravação, Malafaia apontou que Nogueira foi escolhido “para fazer a política do presidente” Jair Bolsonaro.

Malafaia iniciou o vídeo reafirmando que Mendonça não foi indicado por pastores evangélicos e perguntou a razão para tentarem derrubar a indicação.

– André Mendonça é indicação do presidente Bolsonaro, não é indicação de pastores evangélicos […] Como André Mendonça, que tem notório saber jurídico, que ministros do STF disseram “André pode estar aqui, não tem nada a ver com religião”. Por que querem derrubar [a indicação]? – questionou.

Na sequência, o pastor disparou críticas a Ciro Nogueira e disse que o ministro gosta de “viver nas sombras”.

– Ciro Nogueira gosta de viver nas sombras, não gosta de falar com a imprensa. Mas, quando fala com a imprensa, é réu confesso. Ele diz que estou desinformado. Ciro Nogueira, por que você não aproveitou e disse claramente que apoia André Mendonça e que não jantou com Renan Calheiros, o arqui-inimigo do presidente? Esse crápula, cretino, inescrupuloso que quer incriminar o presidente na CPI da safadeza e protegeu ladrões e corruptos que roubaram o dinheiro da pandemia – pontuou.

Por fim, Silas Malafaia deu um duro aviso ao ministro.

– O senhor, como ministro político, para ir a um jantar desses tem que pedir autorização ao presidente. O senhor foi feito para fazer a política do presidente […] O senhor, ministro, quando abriu a boca ficou quieto, se omitiu. Isso é uma vergonha. Eu não tenho nada pessoal contra o ministro, mas essa é a verdade nua e crua. Não pode se omitir um ministro em questões políticas. E, quando é questionado, tem que falar a verdade – concluiu.

Leia também1 Malafaia revela três ministros 'contrários' a Mendonça no STF
2 Ciro Nogueira rebate Malafaia: “Falta informação a esse pastor”
3 Pacheco: Sabatina de Mendonça deve sair nas próximas semanas
4 Jefferson chama Ciro Nogueira e Calheiros de príncipes das trevas
5 Bolsonaro volta a elogiar André Mendonça: "Capaz e inteligente"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.