Malafaia defende Damares: “Evolução não passa de teoria”

Pastor rebateu declaração do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes

Pleno.News - 11/01/2019 16h06

Pastor Silas Malafaia Foto: Reprodução/YouTube

Nesta quinta-feira (10), o pastor Silas Malafaia comentou as declarações do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, sobre não misturar ciência e religião, dada em resposta à ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Em suas redes sociais, o religioso falou sobre a Teoria da Evolução e disse que ela não é uma “verdade comprovada”.

– Um aviso ao ministro Marcos Pontes sobre a Evolução. Se a Teoria da Evolução fosse verdade comprovada, se chamaria lei da Evolução. As leis da ciência são verdades comprovadas que não mudam. As teorias são verdades relativas que podem mudar a qualquer hora – apontou.

O pastor também citou outros conceitos científicos comprovados e disse que há, na natureza, mais evidências da Criação.

– Leis na ciência. 1ª e 2ª lei da termodinâmica, lei da causa e efeito, lei da gravidade, etc, etc. Evolução não passa de uma teoria. As leis são comprovadas pelo experimento, não simplesmente por hipótese. Criação ou Evolução? Se a Criação é uma teoria, a da Evolução é pior ainda. Existem mais evidência na natureza para a Criação do que para a Evolução. Submeta as 2 as seguintes leis e você verá. As leis da biogêneses, causa e efeito, 1ª e 2ª lei da termodinâmica. O resto é conversa – explicou.

Malafaia continuou falando sobre o tema e mencionou a descoberta do código genético, que forma os modelos dos seres vivos.

– Submeta a Criação e a Evolução ao código genético. Características de uma espécie são transferidas para as gerações futuras da mesma espécie. Isso é ciência, não falácia teórica. O código genético foi descoberto por Mendel em 1856. É uma lambada na Teoria da Evolução – destacou.

Por fim, o pastor explicou que, para acreditar no Evolucionismo, é preciso “ter mais fé” do que para acreditar no Criacionismo.

– A Teoria da Evolução tem mais de religião do que de ciência, como não tem comprovação, você precisa acreditar nela, com um detalhe, tem que ter mais fé do acreditar na Criação. Tudo veio do nada, passou por processos que ninguém sabe. Só kkkkk – concluiu.

DAMARES E MARCOS PONTES
A polêmica começou após um vídeo envolvendo a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos se espalhar pelas redes sociais. Nas imagens, Damares Alves fala sobre o espaço perdido pela Igreja Evangélica quando a Teoria da Evolução entrou nas escolas. A declaração foi dada durante uma entrevista a um portal religioso em 2013.

– A Igreja Evangélica perdeu espaço na história. Nós perdemos o espaço na ciência quando nós deixamos a Teoria da Evolução entrar nas escolas, quando nós não questionamos, quando nós não fomos ocupar a ciência. A Igreja Evangélica deixou a ciência para lá e “vamos deixar a ciência sozinha, caminhando sozinha” – afirmou a ministra.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, comentou a fala de Damares e disse que, em sua opinião, ciência e religião não devem se misturar. Em uma entrevista à rádio CBN, ele apontou que a declaração da ministra deve ter sido dada em algum contexto específico.

– Ela deve ter falado em algum tipo de contexto que eu não sei exatamente. A ciência trabalha com métodos científicos. São muitos anos, muitas décadas de estudo para formar a Teoria da Evolução, desde de o início com Darwin e assim por diante. Ou seja, não se deve misturar ciência com religião, na minha opinião – destacou.

Ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes Foto: Reprodução

LEIA TAMBÉM+ Damares rebate provocação de vendedor de loja
+ Damares se encontra com a diretora da Unesco no Brasil


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo