Leia também:
X 120 mil doses da Coronavac chegam em 20 de novembro

Maia rechaça apoiar Moro nas eleições presidenciais de 2022

Presidente da Câmara alegou que não pode integrar chapa com alguém de "extrema-direita"

Paulo Moura - 09/11/2020 14h12

Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e ministro da Justiça, Sérgio Moro Foto: Reprodução

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou que exista qualquer possibilidade de apoiar uma chapa com o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, nas eleições presidenciais de 2022. A informação foi divulgada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo.

– Não posso apoiar uma chapa integrada por alguém de extrema-direita – teria dito Maia.

O presidente da Câmara ainda teria dito que Moro mostrou ser de extrema-direita ao defender propostas como o excludente de ilicitude, que isentaria policiais de punições, caso cometessem crimes em ação.

– Moro já defendeu ideias e divide a parte do eleitorado de extrema-direita com Bolsonaro. Por isso ele cai nas pesquisas quando disputa com o presidente – alegou.

No domingo (8), a Folha de São Paulo afirmou que Moro se reuniu, no último dia 30 de outubro, com o apresentador Luciano Huck, que foi a Curitiba para se encontrar com o ex-ministro e discutir a intenção de construir uma “terceira via” o próximo pleito presidencial.

Nesta segunda-feira (9), Moro disse em entrevista ao jornal O Globo que se encontrou com Huck e afirma que pessoas “de centro” têm conversado, citando como possíveis “bons candidatos” de “centro” o próprio Huck, João Doria (PSDB), governador de São Paulo e Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde.

Leia também1 Maia reconhece 'vitória' de Biden e parabeniza 'o presidente eleito'
2 Maia: 'Reforma tributária deve vir antes de autonomia do BC'
3 "Estarei ao lado de Bolsonaro na luta pelo Brasil", diz Major Vitor Hugo
4 Moro e Huck negociam aliança para eleição de 2022, diz jornal
5 Bolsonaro participa do batismo da filha Laura em Brasília

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.