Leia também:
X Braga Netto deve ir para Defesa e General Ramos para Casa Civil

Maia emerge da ‘solidão’ e diz que Bia Kicis é “desequilibrada”

Ex-presidente da Câmara criticou a deputada por manifestação sobre o PM Wesley, morto na Bahia no fim de semana

Pleno.News - 29/03/2021 17h33 | atualizado em 29/03/2021 17h41

Ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia Foto: Agencia Brasil/Marcelo Camargo

Nesta segunda-feira (29), o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou sua colega Bia Kicis (PSL-DF), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, após a parlamentar comentar o caso do PM Wesley Góes, morto nesse fim de semana em Salvador (BA). Maia chamou a deputada de “desequilibrada” e disse que “viramos um hospício”.

O soldado morreu ao ser atingido por tiros disparados por policiais neste domingo (28), após protestar na região do Farol da Barra. Na ocasião, o PM gritou diversas palavras de ordem falando em desonra e violação da dignidade dos policiais. Bia Kicis chegou a comentar o fato, mas acabou apagando sua publicação.

– Soldado da PM da Bahia abatido por seus companheiros. Morreu porque se recusou a prender trabalhadores. Disse não às ordens ilegais do governador Rui Costa da Bahia. Esse soldado é um herói. Agora a PM da Bahia arou. Chega de cumprir ordem ilegal! – escreveu a parlamentar.

Maia, no entanto, decidiu criticar a presidente da CCJ.

Sobre o episódio da presidente da CCJ. De onde você menos espera é que não sai nada mesmo. Não se pode esperar nada de uma pessoa desequilibrada. Como já disse: viramos um hospício – escreveu.

Leia também1 "Não entrei na PM para prender pai de família", disse PM Wesley
2 Fundação Palmares irá eternizar o nome do soldado Wesley
3 Web lamenta morte do soldado Wesley e diz #RuiCostaGenocida
4 Na Bahia, PMs e comerciantes protestam por morte de soldado
5 Eduardo, após morte de PM: Esse sistema ditatorial vai mudar

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.