Leia também:
X Luiz Fux faz sua “aposta” para votação de André Mendonça

Lula reclamou de programação religiosa quando estava preso

Petista tenta se aproximar de evangélicos dizendo que assistiu a cultos

Pierre Borges - 30/11/2021 15h41 | atualizado em 30/11/2021 16h43

Ex-presidente Lula
Ex-presidente Lula Foto: EFE/Luca Piergiovanni

Embora tenha afirmado a evangélicos, no último fim de semana, que assistiu a cultos enquanto estava preso, o ex-presidente Lula reclamou da programação religiosa na TV durante o período de reclusão.

Menos de um mês após a prisão de Lula, a colunista Mônica Bérgamo, da Folha de S. Paulo, publicou uma matéria em que afirmava: “O ex-presidente tem reclamado da programação da TV aberta, a única a que tem acesso na sala em que está preso”.

Segundo a matéria publicada no dia 3 de maio de 2018, Lula teria dito que “não aguentava mais ver tanto programa religioso na tela”.

Agora, solto e pré-candidato nas eleições de 2022, o petista tenta limpar sua imagem no meio evangélico e chegou a propor a criação de um “momento evangélico” na TV e rádio do partido.

A nova postura de Lula já tem ganhado repercussão no meio religioso e despertado críticas. O pastor Silas Malafaia, por exemplo, comentou as declarações do petista e declarou à coluna Radar, da Revista Veja, que “Lula não vai enganar o povo evangélico”.

Leia também1 Luiz Fux faz sua "aposta" para votação de André Mendonça
2 Investigação sobre a morte de Maradona ganha oitavo réu
3 Distrito Federal investiga caso suspeito da variante Ômicron
4 Eduardo Leite deve se encontrar com Sergio Moro neste sábado
5 Justiça de SP determina prisão de ex-presidente da Câmara

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.