Leia também:
X Colunista diz que morte de Olavo foi a mais comemorada do Brasil

Lula pede a aliados fim de resistência a Geraldo Alckmin

Ex-presidente deve lançar seu nome à Presidência em março

Thamirys Andrade - 31/01/2022 17h09 | atualizado em 31/01/2022 17h55

Geraldo Alckmin ao lado do ex-presidente Lula Foto: Divulgação Lula/Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) luta contra a resistência de uma ala do seu partido quanto a aceitar alianças com ex-adversários como Geraldo Alckmin.

Segundo o portal Metrópoles, o petista pediu a parlamentares, durante seminário de planejamento de estratégias de atuação nesta segunda-feira (31), que as resistências fossem rompidas em nome de sua eleição e governabilidade. “Ampliar para ganhar, ampliar para governar”, pediu o ex-presidente.

Segundo congressistas presentes reunião, Lula espera que os parlamentares do seu partido não entrem em atrito com siglas consideradas do “campo democrático”, expressão utilizada por eles para se referir às legendas que se opõem ao governo de Jair Bolsonaro, independente do espectro político.

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, defendeu o mesmo posicionamento. Segundo ela, as alianças serão necessárias para vencer o apoio ao atual presidente.

– Nós devemos buscar alianças políticas para vencer o autoritarismo, o bolsonarismo e tudo isso de ruim que aconteceu no nosso país. E as alianças, elas devem ser amplas o suficiente para nós defendermos a democracia – declarou.

Ainda de acordo com o Metrópoles, parlamentares estimam que Lula deve lançar seu nome à Presidência no mês de março deste ano.

Leia também1 "Se Lula vencer, Dirceu vai para a Casa Civil", diz Bolsonaro
2 Randolfe decidirá entre apoiar Lula e o governo do Amapá
3 Deputado Capitão Augusto é eleito vice-presidente do PL
4 Bolsonaro sobre definir vice: "Será alguém do nosso meio"
5 Guido Mantega diz que não será ministro se Lula vencer em 2022

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.