Leia também:
X Lula: MTST não será coadjuvante, mas sujeito da história

“Lula não vai mais enganar o segmento evangélico”, diz líder da bancada

Deputado Sóstenes Cavalcante elogiou presença do presidente Jair Bolsonaro em templos

Pleno.News - 10/03/2022 11h12 | atualizado em 10/03/2022 11h35

Deputado federal e líder da bancada evangélica Sóstenes Cavalcante Foto: Reprodução/ UOL

Nesta quinta-feira (10), o deputado federal e líder da bancada evangélica na Câmara, Sóstenes Cavalcante (União Brasil-RJ), afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) enganou os evangélicos em sua primeira eleição. O parlamentar deu declarações durante uma entrevista ao portal UOL.

– É natural que o presidente Lula tente a inserção [no meio evangélico]. O presidente Lula, na sua primeira eleição, já soube enganar muito bem os evangélicos – falou.

O deputado destacou que Lula “não vai mais enganar o seguimento evangélico”.

– Ele [Lula] teve o apoio da massa evangélica na sua primeira eleição, entretanto, nos dois governos dele e no governo Dilma nós vimos a afronta que o governo do PT fez ao segmento evangélico na luta por valores que são totalmente divorciados ao que acreditamos e defendemos. Então, o Lula não vai mais enganar o segmento evangélico porque nós já sabemos quem é – comentou.

Sóstenes criticou candidatos que só procuram evangélicos durante o período eleitoral. Ele elogiou o presidente Jair Bolsonaro por sua presença nos templos.

– É nisso que o presidente Bolsonaro acerta muito. Eu nunca vi um presidente da República que visitou tantos templos evangélicos e igrejas católicas ao longo do seu mandato. Esse é o acerto do presidente Bolsonaro em detrimento dos demais candidatos que só aparecem em momento eleitoral – declarou.

Leia também1 Lula: MTST não será coadjuvante, mas sujeito da história
2 Tabata Amaral: 'Já que vamos ter Lula, que seja com um vice como Alckmin'
3 Mourão: Eventual rejeição de militares a Lula é 'desproposital'
4 PSOL condiciona apoio a Lula a 'revogaço' e taxação de fortunas
5 Fuinha denuncia ter sofrido agressão em ato da esquerda

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.