Leia também:
X Jovem ganha R$ 1 bilhão após ter pai reconhecido pela Justiça

Lula gasta nove vezes mais do que Bolsonaro em publicidade

Campanha petista já investiu R$ 27,3 milhões com estratégias de marketing

Gabriel Mansur - 02/09/2022 18h41 | atualizado em 02/09/2022 19h02

Bolsonaro tem diminuído vantagem para Lula Fotos: EFE/Mario Guzmán // PR/Isac Nóbrega

Dono do maior repasse de fundos eleitoral e partidário, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está usando boa parte da quantia investida em sua campanha ao Palácio do Planalto em publicidade digital e propagandas na televisão e no rádio.

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o PT já desembolsou R$ 2,08 milhões com anúncios virtuais, principalmente no YouTube. O PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, gastou R$ 942 mil na plataforma.

A diferença é ainda maior quando o assunto é programas eleitorais que estão sendo exibidos no rádio e na TV. Neste cenário, a campanha petista já investiu R$ 27,3 milhões com estratégias de marketing para Lula. Esse investimento é 9,3 vezes maior do que o valor gasto com o atual chefe do Palácio do Planalto.

Ainda de acordo com a Corte Eleitoral, o presidente da República gastou R$ 2,9 milhões em propagandas eleitorais. Foram R$ 2,75 milhões em um contrato com a RM Filmes e Publicidade, e outros R$ 150 mil com a empresa 120 Content Produção e Vídeo, aponta o site O Antagonista.

Dessa forma, a campanha de Jair Bolsonaro foi a que menos gastou em peças de publicidade até o momento. Ciro Gomes (PDT) investiu R$ 3 milhões, enquanto Simone Tebet (MDB) ainda não teve os valores divulgados até o momento.

Leia também1 Bolsonaro: "Lula deu péssimo exemplo ao Brasil e ao mundo”
2 Bolsonaro critica TSE e diz que medidas da Corte o prejudicam
3 Em Belém, Lula diz que trabalho doméstico é "serviço da mulher"
4 Jair Bolsonaro: "Acho que Lula pretende indicar Bonner ao STF"
5 TSE nega ação do PL contra vídeo em que Lula ataca Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.