Leia também:
X Mulher de Chico Buarque é favorita para o STF em 2023

Lula fala em “grandeza” para justificar Gleisi fora do governo

Petista falou sobre decisão de não contar com a presidente do PT em ministério

Paulo Moura - 02/12/2022 13h24 | atualizado em 02/12/2022 15h22

Lula durante conversa com a imprensa Foto: Reprodução/CNN Brasil

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) falou nesta sexta-feira (1°) sobre a decisão de não dar um ministério em seu futuro governo para a presidente do PT, Gleisi Hoffmann. Em conversa com a imprensa, Lula justificou a escolha com o que chamou de “grandeza” da presidente da sigla.

– O fato de eu ter dito para Gleisi que ela não vai ser ministra é o reconhecimento do papel que a Gleisi tem na organização política no Brasil. Quero que vocês saibam que o fato de ela não ser ministra é reconhecimento da grandeza dela. Ser presidenta desse partido hoje é tão ou mais importante do que ser ministra – disse.

Lula também afirmou que montará o seu ministério apenas depois do dia 12, quando será diplomado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O petista disse que sua pretensão é ter “inserção nas decisões políticas e econômicas” do país” e afirmou que já tem “80% do ministério na cabeça”.

– Vou ser diplomado no dia 12. Depois que eu for presidente da República, reconhecido, eu vou escolher o meu ministério. Eu já tenho 80% do ministério na cabeça, mas não quero construir um ministério para mim. Quero construir para as forças que ganharam as eleições – completou.

Leia também1 Controladoria investiga suposto superfaturamento no Butantan
2 Rússia acusa EUA e Otan de participação direta na guerra
3 Banda Rastapé sofre acidente, e flautista está em coma induzido
4 "Não existe demissão", diz Leandro Karnal sobre a CNN
5 Repórter descobre síndrome e deixa a Globo após 18 anos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.