Leia também:
X Malafaia diz que STF não irá escapar da Justiça divina

“Lula está livre, mas carregado de culpa”, diz Bolsonaro

Presidente se pronunciou sobre a soltura do petista

Rafael Ramos - 09/11/2019 09h33 | atualizado em 09/11/2019 09h34

Bolsonaro se pronuncia acerca de Lula Foto: PR/Marcos Corrêa

O presidente Jair Bolsonaro se pronunciou no Twitter, na manhã deste sábado (9), acerca da soltura do ex-presidente Lula, após o Supremo Tribunal Federal (STF) votar contra a prisão em segunda instância.

– Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros. Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa.

View this post on Instagram

Nós, pessoas de bem e amantes da liberdade, somos a maioria. – Na busca da paz e prosperidade não podemos cometer erros. – Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. – Iniciamos a poucos meses essa nova fase. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa. – BRASIL ACIMA DE TUDO! – DEUS ACIMA DE TODOS!

A post shared by Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) on

Juntamente com o post, o mandatário publicou o vídeo de seu discurso durante um evento de encerramento do curso de formação profissional da Polícia Federal. Em suas palavras, ele enalteceu a atuação do ministro Sergio Moro em acabar com a corrupção no país.

– Se a missão dele não fosse bem cumprida, eu não estaria aqui. Então, em parte, o que acontece na política do Brasil devemos a Sergio Moro – declarou,

Leia também1 Malafaia diz que STF não irá escapar da Justiça divina
2 Virou bagunça! Após Lula, Cabral também quer ser solto
3 Solto, Lula aparece no Jornal Nacional e "ganha" panelaço

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.