Leia também:
X Para aderir ao PSL, MBL quer apoiadores de Bolsonaro fora

Lula enaltece a China: “Exemplo de movimento para o mundo”

Petista concedeu entrevista a um jornal de Xangai

Monique Mello - 08/07/2021 13h34 | atualizado em 08/07/2021 14h40

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Estadão Conteúdo/AGIF/Danilo Yoshuka

Em entrevista ao jornal chinês Guancha, transmitida pela TVT na quarta-feira (7), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não poupou elogios ao governo chinês.

– Acho que a China é um exemplo de movimento para o mundo. Espero que outros países aprendam a lição com a China para que a gente possa ser mais forte, com mais distribuição de riqueza – disse o petista.

Lula afirmou também que a China foi bem-sucedida no combate ao coronavírus, porque tem um partido forte no comando do Estado.

– A China é capaz de lutar contra o coronavírus tão rapidamente porque tem um partido político forte e um governo forte, porque o governo tem controle e poder de comando. O Brasil não tem isso, nem outros países – declarou.

O petista ressaltou que, quando estava no comando do Brasil, manteve estreita relação com o Hu Jintao, governante da China na época, e que tal feito poderia se repetir como “estratégia”.

– Tenho boas lembranças do relacionamento que estabelecemos com a China […] Se precisamos cooperar com a China, devemos estabelecer uma parceria estratégica com a China, assim como eu fiz quando era presidente. Se for necessário cooperar com a Rússia, cooperaremos com a Rússia –

Com muito apreço pelo PCC (Partido Comunista Chinês), Lula declara querer manter a “amizade”.

– Quero me manter em contato com o Partido Comunista e manter contato com muitos amigos que fiz quando estava no governo – finalizou.

Leia também1 Justiça enquadra Amado Batista por falar que "Lula roubou"
2 No Twitter, tag #LulaLadrão é usada para mostrar indignação
3 Após citação a Lula e PT, Veja chama Dominghetti de 'golpista'
4 Defesa diz que Daniel Silveira 'agiu sem pensar' ao pedir asilo
5 Bolsonaro: Se Congresso não aprovar voto auditável, nosso lado pode não aceitar

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.