Leia também:
X Criança de 11 anos é apreendida por participar de ataques no AM

Lula e FHC assinam nota em defesa do presidente argentino

Ex-presidentes são contrários à redução de tarifas do Mercosul

Thamirys Andrade - 07/06/2021 11h23 | atualizado em 07/06/2021 13h09

lula-fhc
FHC e Lula se encontraram no mês passado Foto: Divulgação

Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso divulgaram nota conjunta em defesa do presidente da Argentina, Alberto Fernández. Os políticos expressaram contrariedade às medidas de redução da Tarifa Externa Comum (TEC), do Mercosul, criadas pelo Ministério da Economia brasileiro.

– Concordamos com a posição do presidente da Argentina, Alberto Fernández, de que este não é o momento para reduções tarifárias unilaterais por parte do Mercosul, sem nenhum benefício em favor das exportações do bloco – disseram Lula e FHC.

A posição do governo argentino é considerada excessivamente protecionista pelo governo brasileiro. O ministro Paulo Guedes defende o corte linear imediato de 10% da tarifa, seguido por outro até o fim deste ano. A medida pode prejudicar a indústria argentina.

– Concordamos também que é necessário manter a integridade do bloco, para que todos os seus membros desenvolvam plenamente suas capacidades industriais e tecnológicas e participem de modo dinâmico e criativo na economia mundial contemporânea – completaram os ex-presidentes brasileiros.

Leia também1 Lira anuncia reunião com líderes sobre reforma administrativa
2 Bolsonaro concede honraria ao comandante do Exército
3 Joice Hasselmann reencontra o pai: 'Jogamos as mágoas fora'
4 CPI votará convite a Osmar Terra e convocação de Ludhmila Hajjar
5 Renan envia carta pedindo que Seleção não jogue Copa América

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.