Leia também:
X MDB deve ter três ministérios no governo Lula

Lula deve anunciar nesta quinta o último grupo de ministros

Ao todo, 21 ministros da futura terceira gestão do petista já foram divulgados

Paulo Moura - 29/12/2022 07h52 | atualizado em 29/12/2022 09h14

Lula durante anúncio de ministros em Brasília Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve anunciar, nesta quinta-feira (29), o último grupo de ministros que fará parte de seu terceiro governo. Ao todo, é esperada a divulgação de 16 nomes, entre eles de figuras como a senadora Simone Tebet (MDB-MS), que deve assumir o Planejamento, e a ex-ministra Marina Silva, que deve chefiar a pasta de Meio Ambiente. O anúncio dos novos ministros está marcado para acontecer às 11h.

Até o momento, 21 nomes já foram anunciados pelo petista como integrantes de sua nova gestão no Planalto, sendo a maioria composta por figuras do PT ou próximas do partido. No entanto, na lista desta quinta, partidos que se aliaram a Lula, como o MDB, devem ganhar espaço com alguns ministérios.

No caso do MDB, Lula se reuniu nesta quarta (28) com a cúpula da sigla e bateu o martelo sobre dois nomes do partido que irão compor o próximo governo: Jader Filho, para o Ministério das Cidades, e Renan Filho, para a pasta dos Transportes. Além dos dois, Tebet será a outra integrante do partido na gestão do petista, mas o nome dela já estava acertado na pasta do Planejamento.

Outros três ministérios devem ser distribuídos para representantes do PSD. Entre os cotados estão os senadores Alexandre Silveira (MG) e Carlos Fávaro (MT), e o deputado federal Pedro Paulo (PSD-RJ), que é próximo ao prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

O União Brasil, por sua vez, deverá comandar duas pastas na futura configuração da Esplanada dos Ministérios. Um dos nomes cotados da sigla é o deputado federal Elmar Nascimento (BA). No entanto, a indicação dele perdeu força e passou a ser rejeitada pelos petistas por causa de ele ter criticado Lula durante o segundo turno da campanha presidencial.

Leia também1 Governador opositor a Morales é preso na Bolívia
2 MDB deve ter três ministérios no governo Lula
3 Hang visita loja que pegou fogo na Bahia: "Deus vai reconstruir"
4 8 mil agentes devem reforçar a segurança da posse de Lula
5 Acampamento no QG de Brasília começa a perder apoiadores

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.