Leia também:
X Flávio Dino e Gilmar Mendes são flagrados em restaurante

Lula desiste de negociar vinda de Maduro para cerimônia de posse

Presidente venezuelano foi proibido de entrar no Brasil pela gestão Bolsonaro

Thamirys Andrade - 23/12/2022 15h23 | atualizado em 23/12/2022 17h12

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o líder venezuelano Nicolás Maduro Foto: PT/Ricardo Stuckert

O líder da Venezuela, Nicolás Maduro, não poderá comparecer à posse do presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pois está proibido de entrar em solo brasileiro devido a uma decisão do atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (PL).

Para que Maduro estivesse presente na cerimônia – marcada para o próximo dia 1° de janeiro – seria necessário que a decisão de Bolsonaro fosse revogada por Lula. Entretanto, o petista não terá poder para tal até assumir a Presidência, o que inviabiliza a vinda do líder venezuelano.

De acordo com informações do portal UOL, a equipe de transição chegou a tentar negociar com o atual governo para que a determinação fosse alterada, entretanto, o Planalto não se mostrou disposto a ceder.

Informado sobre o caso, Maduro demonstrou compreender a situação vivida por Lula e aceitou que não poderá estar presente, de acordo com fontes do Itamaraty.

Apesar da ausência de Maduro, cerca de 30 representantes internacionais já estão confirmados na posse do petista, incluindo líderes asiáticos, orientais e africanos.

Leia também1 Lula é escolhido o brasileiro do ano 2022 na política
2 Ciro: Ministros extras de Lula custarão R$ 2 bilhões em 4 anos
3 Empresário que ameaçou Randolfe paga fiança e é solto
4 Réu é solto após filhas pedirem ao juiz o pai em casa no Natal
5 Tebet e Lula finalizam encontro sem chegarem a um acordo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.