Leia também:
X Uma das últimas mensagens da rainha foi felicitando o Brasil

Lula critica Record por sabatina “em dia de menor audiência”

Defesa petista acionou TSE sob alegação de que não houve uma realização de sorteio como regra

Gabriel Mansur - 08/09/2022 15h49 | atualizado em 08/09/2022 16h46

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: EFE/Mario Guzmán

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desaprovou o formato de sabatinas promovidas pela Record TV com os candidatos à Presidência da República. Estreante na série, com entrevista programada para o dia 23, uma sexta-feira, o petista alegou que o evento foi agendado “para ir ao ar num dia de menor audiência.” A informação é do site UOL.

Neste contexto, a defesa do candidato acionou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a emissora. De acordo com o grupo de três advogados, a ordem, que ainda tem o presidente Jair Bolsonaro (PL) para ser entrevistado no dia 26, isto é, uma segunda-feira, prejudica Lula e favorece o chefe do Executivo.

– A primeira entrevista foi agendada para ir ao ar numa sexta-feira, dia de menor audiência, enquanto a segunda entrevista está planejada para uma segunda-feira, quando tradicionalmente há uma maior audiência do jornal. Além disso, pela lógica, o último entrevistado terá o privilégio de falar ao eleitorado mais próximo do dia da eleição – afirmou o PT em nota ao UOL.

O trio de representantes, composto por Cristiano Zanin Martins, Eugênio Aragão e Ângelo Ferraro, argumentam que não houve uma realização de sorteio como regra para escolher a estruturação dos presidenciáveis. Segundo eles, “o método é previsto na legislação eleitoral e visa evitar favorecimentos”.

– O método é previsto na legislação eleitoral e visa evitar favorecimentos. Na representação, a Coligação pede que o TSE determine a realização de sorteio prévio e imposição de multa em caso de descumprimento – completa a petição.

A Coligação Brasil da Esperança, em que Lula disputa com Geraldo Alckmin (PDT) como vice da chapa, diz ter entrado em contato com a emissora, pedindo que um sorteio fosse realizado, mas a solicitação foi negada.

Além de Lula, no dia 23, e Bolsonaro, no dia 26, a série conta com Ciro Gomes (PDT), no dia 27, e Simone Tebet (MDB), no dia 28. Todos os episódios da série serão transmitidos ao vivo em horário nobre, tanto no Jornal da Record quanto nas redes sociais. A exemplo do que ocorreu na Globo, cada candidato responderá perguntas por 40 minutos.

Leia também1 PDT aciona o TSE para barrar a candidatura de Jair Bolsonaro
2 Molon lamenta após PT vetar sua participação em comício de Lula
3 Trump revela apoio a Bolsonaro: “Homem maravilhoso”
4 Genial/Quaest mostra Bolsonaro com 37% e Lula com 36%, em SP
5 Moro convida Lula para debate "olho no olho" em Curitiba

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.