Leia também:
X Bolsonaro: ‘Tem coisas que não posso falar. Ou confia, ou não’

Lula: Aborto é “questão de saúde pública” e “direito da mulher”

Declaração foi feita em conversa com rapper Mano Brown

Pierre Borges - 10/09/2021 16h48 | atualizado em 14/10/2021 12h18

Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Divulgação/PT/Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o aborto é “um direito da mulher” e uma questão de “saúde pública”. A declaração se deu em uma entrevista com o rapper Mano Brown, em um episódio do podcast Mano a Mano, publicado na quinta-feira (9).

– Não tenho vergonha de dizer que eu, Lula, pai de 5 filhos, sou contra o aborto. Mas, enquanto chefe de Estado, tenho que tratar o assunto como saúde pública. Eu acho que o aborto é um direito da mulher. Não preciso ser favorável, mas tenho que cuidar para que todos sejam tratados dignamente pela saúde pública – afirmou.

O petista afirmou que é católico, mas que “não tem que ter preferência enquanto chefe de Estado”. Atualmente, o aborto é crime no Brasil, exceto em caso de risco de vida para a mulher, de gestação decorrente de estupro ou de anencefalia fetal.

Na mesma entrevista, Lula disse que Bolsonaro não pode ser considerado um candidato de direita, porque “está mais para Hitler e Mussolini”. Ele também afirmou que a disputa entre ele e Bolsonaro é uma disputa entre “fascistas e democracia”.

Leia também1 Bolsonaro: 'Tem coisas que não posso falar. Ou confia, ou não'
2 Jessé Aguiar lança canção sobre sua luta contra a depressão
3 Presidente Jair Bolsonaro rebate críticas: 'Não lê a nota e reclama'
4 Lewandowski leva a plenário prazo para Lira analisar impeachment
5 Adele é processada por plagiar Martinho da Vila. Compare!

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.