Leia também:
X CPI: Marcos Rogério vai ao STF contra restrição de documentos

Luís Roberto Barroso defende dar mais autonomia aos estados

Ministrou afirmou que unidades da federação poderiam ter autonomia para decidir sobre temas como o modelo eleitoral

Pleno.News - 24/08/2021 08h02 | atualizado em 24/08/2021 09h13

Ministro Luís Roberto Barroso Foto: STF/Nelson Jr

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, disse na segunda-feira (23) que não descarta a possibilidade de o Brasil caminhar para o modelo político de maior descentralização das decisões atribuídas aos estados e unidades da Federação. Em um evento da Fundação Getúlio Vargas, o ministro destacou que talvez o país pudesse “ampliar as ousadias federativas”.

– No Brasil, sempre houve uma tensão entre o princípio federativo e o princípio republicano. Acho que vivemos uma cultura centralista. A ideia de federalismo é de unidade na adversidade. Permitir que, diante das adversidades locais, tivesse soluções próprias… É possível que venha chegando a hora de corrermos este risco – afirmou.

Entretanto, apesar da defesa da pauta, Barroso destacou que há empecilhos à ideia, entre elas a necessidade de haver no país “elites mais preparadas” e o fim da apropriação privada do Estado. Entre os pontos que teriam autonomia, o ministro destacou decisões sobre o modelo eleitoral, em especial sobre a reforma em andamento da Câmara e o debate sobre o modelo de “distritão”.

– É possível [dar mais autonomia]. Eu não descartaria o risco de corrermos o risco de uma federação mais autêntica, mais profunda, com mais autonomia para os estados em matérias diversas – completou Barroso.

*AE

Leia também1 CPI: Marcos Rogério vai ao STF contra restrição de documentos
2 Lula se encontra com Tasso, Cid Gomes e Eunício no Ceará
3 Haddad: Melhor cenário seria Bolsonaro fora do 2º turno
4 Bispo alerta sobre STF: Em breve não poderemos declarar nossa fé
5 Zambelli diz que "inflação nas alturas" tem digital de Doria

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.