Leia também:
X Lockdown: Doria cogita medidas mais duras caso Covid não recue

Ludhmila recusa oficialmente convite para Ministério da Saúde

Cardiologista esteve no Palácio do Planalto para uma segunda reunião com o presidente

Pierre Borges - 15/03/2021 12h42 | atualizado em 15/03/2021 18h16

ludhmila hajjar
Dra. Ludhmila Hajjar Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (15), a Dra. Ludhmila Hajjar recusou oficialmente o convite do governo para ocupar o cargo de ministra da Saúde. A cardiologista esteve no Palácio do Planalto para uma segunda reunião com o presidente Jair Bolsonaro.

Ludhmila era cotada para substituir o general Eduardo Pazuello, mas a indicação ficou abalada após a descoberta de um áudio atribuído a ela, no qual teria criticado a postura do governo no enfrentamento da pandemia e chamado o presidente de “psicopata”.

O jornal O Globo atribuiu a substituição de Pazuello a problemas de saúde, afirmando que ele teria pedido demissão. Entretanto, o próprio general negou a informação e disse que segue “até o presidente pedir o cargo”. Mas a substituição não foi descartada.

Leia também1 Pazuello: "Não estou doente, sigo até o presidente pedir o cargo"
2 Ludhmila Hajjar participou de estudo polêmico com cloroquina
3 Ludhmila perde preferência após Bolsonaro descobrir áudio
4 SP: Idoso recebe doses de vacinas diferentes contra Covid
5 Lockdown: Doria cogita medidas mais duras caso Covid não recue

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.