Leia também:
X Mãe do padre Fábio de Melo morre por complicações da Covid

Lira e presidente do parlamento chinês conversam sobre vacinas

Presidente da Câmara falou sobre reforço da parceria no combate à pandemia de Covid-19

Paulo Moura - 27/03/2021 15h17 | atualizado em 27/03/2021 23h27

Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira Foto: Câmara dos Deputados/Michel Jesus

O embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, revelou em sua conta no Twitter que o presidente da Assembleia Popular Nacional da China, Li Zhanshu, e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), conversaram por meio de videoconferência na noite de quinta-feira (25).

De acordo com o representante diplomático chinês, os dois discutiram temas como o aprofundamento das relações bilaterais dos dois países e o reforço da parceria no combate à pandemia de Covid-19, especialmente no que diz respeito ao fornecimento de vacinas.

– Os dois presidentes trocaram sinceramente opiniões e manifestaram os interesses comuns de aprofundamento das relações bilaterais, ampliação do intercâmbio e cooperação parlamentares, além do reforço da parceria no combate à pandemia e nas vacinas – escreveu Yang.

Em 9 de março, em carta enviada ao governo chinês, Lira pediu ao governo chinês que ajudasse o governo brasileiro a salvar vidas e defendeu o diálogo para o reforço dos laços entre os dois países. O presidente da Câmara citou o Brasil como um “grande parceiro da China”.

– Eu me dirijo ao governo chinês neste momento de grande angústia para nós brasileiros, para que nossos parceiros chineses tenham um olhar amigo, humano, solidário e nos ajudem a superar a pandemia, oferecendo os insumos, as vacinas, todo o apoio que este grande parceiro da China precisa neste grave momento – escreveu Lira, na ocasião.

Um dia antes, também por meio de uma carta, o governo brasileiro já havia pedido ajuda à embaixada da China em Brasília para obter 30 milhões de doses da vacina BBIBP-Corv, produzida pela Sinopharm. O ofício foi assinado pelo agora ex-secretário-executivo do ministério da Saúde, Elcio Franco.

– Nesse contexto, muito agradeceria os bons ofícios de Vossa Excelência para averiguar a possibilidade da Sinopharm fornecer 30 milhões de doses da vacina BBIBP-Corv, em cronograma e preço a serem acordados, se possível, ainda no primeiro semestre de 2021 – declarava o documento.

Leia também1 Aécio passa por cima de Araújo e abre diálogo com a China
2 Veja a vida pregressa dos "supremos": Gilmar Mendes
3 Senadores pedem mudanças nas Relações Exteriores, diz Pacheco
4 Ernesto Araújo faz visita a Lira para tentar manter-se no cargo
5 Bolsonaro sobre Arthur Lira: "Nenhum problema entre nós"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.