Leia também:
X CVM vai julgar Eike Batista por informações sobre currículo

Leniel Borel cria abaixo-assinado por apoio à ‘Lei Henry Borel’

Pai do menino quer acelerar a votação do projeto que aumenta a punição por crimes contra filhos e enteados

Pleno.News - 19/04/2021 19h34 | atualizado em 20/04/2021 17h57

leniel borel e menino henry
Leniel Borel e o menino Henry Foto: Reprodução

Após a morte do filho de 4 anos, Leniel Borel decidiu criar um abaixo-assinado pedindo a aprovação do Projeto de Lei 1386/2021, que visa aumentar a pena de crimes cometidos por pais contra os filhos e por padrastos ou madrastas contra os enteados. O projeto, conhecido como Lei Henry Borel, é de autoria do deputado federal Helio Lopes (PSL-RJ) e prevê aumento de pena em um terço.

Henry Borel morreu no dia 8 de março com múltiplas agressões no corpo. A mãe da criança, Monique Medeiros, e o padrasto, vereador Dr. Jairinho, do Rio de Janeiro, estão presos suspeitos de serem os responsáveis pela morte.

Leniel Borel criou o abaixo-assinado na madrugada desta segunda-feira (19), tendo a meta de alcançar 25 mil assinaturas. No início da noite, mais de 20 mil pessoas já haviam assinado o documento online.

Após o número ser batido, no entanto, a meta subiu para 150 mil assinaturas.

“A votação desta Projeto de Lei que leva o nome do meu filho, Lei Henry Borel, não o trará de volta nem amenizará a dor da sua ausência, mas será um avanço na luta contra o assassinato de crianças pelos seus pais e/ou [por] companheiros, e mostrará ao Brasil que a vida do meu filho não foi só para tirar esses monstros de circulação [Dr Jairinho e Monique], mas sim para, de alguma forma, com penas mais duras, ajudar a prevenir e punir este tipo de violência inimaginável, que é mais comum no Brasil do que se pensa”, escreveu o pai do menino como justificativa do abaixo-assinado.

Ao jornal Extra, Leniel Borel disse que sua iniciativa tem por objetivo fazer com que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), coloque o projeto em votação mais rapidamente.

– A gente precisa de alguma forma endurecer a lei desse país para que isso não volte a acontecer. Por isso que eu decidi, junto com meus advogados, criar essa petição online para pedir que acelerem a votação dessa lei para que a gente tenha uma medida urgente para que as pessoas pensem duas vezes antes de cometer esses crimes bárbaros – ressaltou Leniel.

O abaixo-assinado pode ser acessado aqui.

Leia também1 Polícia não encontra indícios de que Jairinho agredia Monique
2 Defesa: Monique foi ao salão por arrancar cabelo por "desespero"
3 Henry Borel : Defesa insiste para Monique ser ouvida novamente
4 Jairinho é acusado de ter agredido ao menos 3 crianças
5 Faxineira viu Henry 'apavorado' após ficar trancado com Jairinho

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.